Televisão

Apresentadora da Band recebe puxão de orelha do Detran por cometer infração de trânsito em programa

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran), de São Paulo, está de olho em todos os lugares em busca de quem está cometendo infrações de trânsito. Até mesmo na televisão.

Nesta quarta-feira (3), o Detran deu um puxão de orelha na modelo e apresentadora Mariana Weickert, de "A Liga" (Band), por ter sido passageira de uma moto sem fazer uso de um capacete no programa que foi ao ar nesta segunda-feira (1º).

"Você que é modelo internacional de beleza também podia ser modelo de 'responsa' no trânsito, né?", disse o texto publicado na página oficial do Detran no Facebook, com direito a trocadilho.

"Andar de moto sem capacete nunca mais, ok? Nem em 'A Liga', nem em lugar nenhum", completou.

No programa, a apresentadora estava em Paraisópolis, na zona sul de São Paulo, para acompanhar um pancadão, como parte do tema de festas alternativas do programa. Foi aí que subiu em uma moto, na qual tanto ela quanto o motociclista estavam sem o equipamento de segurança.

O Detran também postou que não podia aplicar uma multa nesse caso, porque a apresentadora não foi vista por nenhum fiscal, apenas pelo vídeo da televisão.

"Se o motociclista e Mariana Weickert tivessem sido flagrados por um agente de trânsito ou equipamento, eles teriam sido multados. No entanto, como temos apenas as imagens das câmeras de TV, não podemos aplicar a multa. Essa regra está no Código de Trânsito Brasileiro e vale para todo mundo, no Brasil todo", explicou.

Antes de Mariana, o Detran já havia usado o Facebook para dar uma bronca em Angélica, por a apresentadora aparecer no "Estrelas", programa que comanda na Globo, usando um celular enquanto dirigia.

De acordo com o Código Brasileiro de Trânsito, não usar um capacete é considerado infração gravíssima e pode resultar em multa, além de suspensão do direito de dirigir.

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem