Televisão

De versão teen a 1 ano de confinamento, confira 5 curiosidades do 'Big Brother' ao redor do mundo

Idealizado por John de Mol, o "Big Brother" (Endemol) teve sua primeira temporada realizada entre setembro e dezembro de 1999 na pátria mãe, ou seja, na televisão holandesa.

Desde então, a fórmula de sucesso do "reality show" rapidamente se espalhou por mais de 40 países nos cinco continentes, entre Bulgária e Tailândia, passando por México e África.

Tudo intelectual que não transa', diz Diego sobre novos BBBs

No ar no Brasil desde 2002, o programa chega à sua 16ª edição nesta terça-feira (19), na Globo. Para os mais ansiosos, confira cinco curiosidades sobre o "Big Brother" ao redor do mundo.


1 - versões alternativas

Em 2003, a emissora britânica Channel 5 resolveu inovar e produzir uma versão alternativa do "Big Brother", confinando, por dez dias, adolescentes com idades entre 14 e 17 anos.

Também é projeto da Channel 5 a versão com participantes famosos, o "Celebrity Big Brother", no qual está confinada Angie Bowie, ex-mulher de David Bowie que causou uma confusão danada na casa após saber da morte do músico.

Angela Bowie participa do reality show "Celebrity Big Brother" - https://twitter.com/NME/status/686538703603384320
Angela Bowie participa do reality show "Celebrity Big Brother", versão do "Big Brother" com participantes famosos - Crédito: Reprodução/Channel 5

2 - maior confinamento

Imagine passar o Ano-Novo dentro do "Big Brother"... e o Carnaval, e o Natal, e o aniversário, e a final do campeonato, e a estreia da novela, etc., etc., etc. Pois é. Foi o que aconteceu na Alemanha. O país é dono do recorde de duração com uma edição que se estendeu por 365 dias, entre 2 de março de 2004 e 1º de março 2005... Quase um 7 a 1 no Brasil.

<> Galeria de Imagens
17388
Matéria importada do Spiffy News

3 - edição interrompida

Em muitos países, o programa não passou da primeira temporada. Porém, a versão do "Big Brother Arábia", cujos competidores eram de países do Oriente Médio (como Arábia Saudita, Egito, Síria e Iraque), sequer chegou ao fim.

A primeira edição teve que ser interrompida apenas 11 dias depois da estreia, em 2004, por causa de protestos de muçulmanos contra o programa.

Apesar de recintos separados para homens e mulheres, como dita a religião islâmica, o confinamento tinha uma sala mista, o que gerou a revolta.

<> Galeria de Imagens
3929
Matéria importada do Spiffy News

4 - censura

Também alvo de censura, a primeira edição do "Big Brother China" deve ir ao ar ainda este ano. O canal Youku Tudou, que exibirá o "reality" on-line, promete se "autocensurar", cortando cenas com linguagem abusiva, comportamento inadequado ou qualquer conteúdo considerado "politicamente sensível".

Por trás da forte neblina, vê-se a Cidade Proibida (antigo palácio imperial), em Pequim; no início de dezembro, a China, maior emissor de CO2 do mundo, viveu seu recorde de poluição
Pequim, capital da China, país que terá sua versão do "Big Brother" pela primeira vez - Crédito: Kevin Frayer/Getty Images

5 - país recordista

Apesar de já estar em sua 16ª edição, o Brasil ainda não é o recordista no quesito número de temporadas. O título pertence aos Estados Unidos, com 17. A versão brasileira, porém, é dona do maior número de participações por telefone em uma votação —a final do "BBB10" atingiu 154 milhões de votos, garantindo a vitória a Marcelo Dourado.

<> Galeria de Imagens
12590
Matéria importada do Spiffy News

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias