Games

Estes oito super-heróis são gays e você não sabia

Apesar de discussões mais aprofundadas sobre a representação LGBT em quadrinhos ser algo um tanto recente, as principais editoras dessa mídia já contavam com personagens gays há muito tempo.

Enquanto alguns deles acabavam "dentro do armário", mantendo questões sobre sexualidade longe dos olhos dos leitores menos atentos, outros se declararam abertamente como sendo gays.

O primeiro herói a se assumir foi o mutante Estrela Polar, da Tropa Alfa, em 1992. Já outros, como Apollo e Meia-Noite, chegaram a receber prêmios por ajudarem no combate ao preconceito.

Abaixo listamos alguns desses heróis. Confira. 

ESTRELA POLAR

Primeiro herói gay assumido - o que aconteceu em 1992 -, Estrela Polar faz parte da Tropa Alfa, grupo de mutantes criado pelo governo canadense para capturar Wolverine. Entre seus poderes está a capacidade de se mover em velocidade sobre-humana. Em 2012, ele foi o primeiro gay a se casar em uma história em quadrinhos da Marvel.


COLOSSUS

No universo Ultimate, o mutante russo Colossus tem uma nova origem, como um traficante de armas que acaba largando o crime antes de se unir aos X-Men. Na equipe, ele acaba criando uma relação platônica com Estrela Polar, ícone gay dos quadrinhos.


BATWOMAN

A Batwoman tem uma história curiosa: ela foi criada nos anos 1950 justamente para calar os críticos que afirmavam que Batman e Robin tinham um relacionamento gay. Ironia do destino, Kate Kane ressurgiria em 2006 como uma personagem lésbica, que foi expurgada do exército norte-americano justamente pela sua sexualidade.


DAKEN

Filho de Wolverine, Daken faz o tipo anti-herói. Suas habilidades são praticamente as mesmas de seu pai, o que inclui fator de cura acelerada e garras nas mãos - ainda que as de Daken possuam apenas duas "pontas". Ele, porém, possui uma habilidade extra: é capaz de emitir feromônios capazes de atrair tanto homens quanto mulheres, o que faz dele bissexual.


LANTERNA VERDE

Em sua versão original, o Lanterna Verde era heterossexual. Isso, porém, mudou em 2012, quando Alan Scott foi reimaginado como um herói gay em um universo chamado Terra 2. Nele, seus poderes são gerados por uma força elemental chamada The Green, que conecta todas as formas de vida do planeta.


HOMEM DE GELO


A revelação de que o Homem de Gelo é gay pegou muitos leitores de surpresa em 2015. A Marvel, porém, pisou na bola na hora de tratar a revelação: na edição 40 de Novos X-Men, Bobby Drake é interpelado por Jean Grey após ele elogiar uma professora nova e praticamente obriga o rapaz a se revelar após descobrir a verdade - provavelmente lendo a mente de Bobby.


APOLLO

​Apollo é uma espécie de paródia do Super-Homem que estreou na série Stormwatch, de 1993, da editora WildStorm - que, posteriormente, faria parte da DC. Ele tem os mesmos poderes do homem de ferro, mas uma de suas maiores marcas é o relacionamento com o herói Meia-Noite.


MEIA-NOITE

Se Apollo é uma paródia de Super-Homem, Meia-Noite é uma versão "anabolizada" do Batman. Parceiro de Apollo, Meia-Noite possui poderes como super-força, agilidade e velocidade sobre-humanas e a capacidade de antever situações para conseguir vantagens em confrontos.

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem