Fofices

Príncipe George  mantém expressões 'rabugentas'  em missão diplomática dos pais pela Europa

Príncipe George mostra irritação ao desembargar em Berlim para mais um dia de missa diplomática dos pais
Príncipe George mostra irritação ao desembargar em Berlim para mais um dia de missa diplomática dos pais - Steffi Loos-19.jul.2017/AFP
Príncipe George mostra irritação ao desembargar em Berlim para mais um dia de missa diplomática dos pais

Príncipe George mostra irritação ao desembargar em Berlim para mais um dia de missa diplomática dos pais

Steffi Loos-19.jul.2017/AFP


Terceiro na linha sucessória da coroa britânica, o príncipe George, 3, tem demonstrado certo cansaço em participar de eventos públicos com os pais: o príncipe William e a duquesa de Cambridge, Kate Middleton. 

A família real britânica chegou na manhã desta quarta-feira (19) em Berlim, na Alemanha, como parte de uma viagem pela Europa Ocidental. Além de George, os pais também trouxeram a pequena Charlotte, 2, para participar da missão diplomática.

Ao desembarcar, George não seguiu o protocolo real e mostrou irritação e cansaço com a viagem. Um dia antes, a família real estava na Polônia onde George hesitou em sair da aeronave e também fez caretas durante os cumprimentos oficiais. A imprensa britânica começou a chamá-lo de "tímido George". Já a princesa Charlotte tem sido muito mais simpática. 

O duque e a duquesa de Cambridge participaram de um almoço com Angela Merkel na Chancelaria --um edifício de vidro e pedra ultramoderno, centro do poder federal alemão. Depois, o casal visitará o Portão de Brandenburgo, símbolo de Berlim onde, até 1989, um muro dividia a cidade em dois.

Príncipe George não tem gostado de fazer parte da comitiva real em viagem pela Europa Ocidental
Príncipe George não tem gostado de fazer parte da comitiva real em viagem pela Europa Ocidental - Steffi Loos-19.jul.2017; AFP

Em seguida, eles irão ao memorial do Holocausto, labirinto de blocos de concreto dedicado aos 6 milhões de judeus vítimas do nazismo. Na parte da tarde, visitam uma fundação que cuida de crianças de rua. O restante da visita será protocolar: recepção na residência do presidente alemão, o Castelo de Bellevue, e garden-party em homenagem ao aniversário da rainha Elizabeth 2, organizada na embaixada britânica. 

Nesta quinta (20), Kate e William vão viajar para Heidelberg, no sudoeste do país. O jovem casal passará a noite na famosa boate da cidade, o "Clärchen Ballhaus", na presença de 150 convidados, artistas e celebridades locais representantes da cena hype e da classe artística de Berlim, segundo a imprensa.

Na sexta (21), último dia de sua visita à Alemanha, são esperados em Hamburgo, onde vão assistir a um concerto na magnífica Filarmônica de Elbe. No sábado, dia 22 de julho, a família real deve comemorar o aniversário do pequeno George. 

ARMA SECRETA 

Oficialmente, a viagem não está ligada às relações entre Londres e União Europeia, mas a imprensa britânica já o chama de "Brexit diplomacy tour", algo como "turnê da diplomacia do Brexit".

O jornal "Süddeutsche Zeitung" descreveu o casal como "arma secreta de Sua Majestade", o qual teria sido enviado por Buckingham e Londres em "missão diplomática para aliviar os temores dos países-membros da União Europeia após a votação sobre a retirada do Reino Unido do bloco".

Para os analistas do canal de televisão alemão N-TV, Londres enviou "a nova geração para uma ofensiva de charme", e não o príncipe Charles e sua esposa, Camilla Parker Bowles. Objetivo: enviar um "sinal tranquilizador para o futuro a longo prazo" das relações entre a ilha e o continente.

"A família Real encarna essa forma de habilidade política que o governo dos Tories parece ter perdido completamente", escreveu o colunista Thomas Huetlin, do "Spiegel". 



Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem