Celebridades

'No fundo, as pessoas sabem que a gente está com a razão', diz Luisa Mell sobre veganismo 

Por ser ativista assumida da causa animal, Luisa Mell, 38, acumula muitos desafetos, inclusive na política. "A JBS me odeia porque, antes desse escândalo, eu denunciei", diz. 

Em 2016, a artista foi ao Congresso nacional brigar pela proibição da vaquejada. "Quase me mataram. [...] Eu falei que todos os deputados ali estavam comprados pela indústria que explorava animais. Eles me xingaram, disseram que eu era mentirosa", completa Luisa, que é a convidada desta quarta (6) do programa de Fábio Porchat na Record.

Ao apresentador, Luisa também falou sobre o veganismo, estilo de vida que não permite o consumo de alimentos e produtos que tenha origem animal. 

"No fundo, as pessoas sabem que a gente está com a razão. [...] O cachorro vira um membro da família. E, de alguma maneira, ela se sente constrangida por saber que nesse momento em que a gente está aqui, milhões de cachorros estão sendo submetidos a testes cruéis para um novo batom ser lançado."

Mãe de Enzo, 2, que também é vegano, a artista diz que enfreou "duras críticas", até de familiares, por não ter consumido carne durante a gestação.  

"A pior parte não é a alimentação, sim o convívio com o mundo. Porque você é o diferente. Enzo fala pra todo o mundo que ele é amigo dos animais."

A Porchat, Luisa garante que vai respeitar Enzo se um dia ele decidir deixar o veganismo. "Não vai ser fácil, mas eu tenho que respeitá-lo enquanto ser humano."


Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem