Celebridades

No ar como policial durona, Paolla Oliveira diz que no coração, 'todo mundo é um pouco vulnerável'

A policial e lutadora Jeiza, de "A Força do Querer", é bem resolvida em quase tudo: no trabalho, no esporte e na vida em geral. A única coisa que a deixa balançada é o amor que sente pelo caminhoneiro Zeca (Marco Pigossi).

"Acho que ela é vulnerável no lugar onde normalmente todos nós somos. No coração acho que todo mundo é um pouco assim. É tão sem controle", opina Paolla Oliveira, 35, intérprete da personagem na trama das 21h da Globo.

 ​A namorada de Rogério Gomes, o Papinha, diretor artístico da trama, destaca que é tinhosa feito a Jeiza. E cita outras características da personagem com as quais se assemelha: "O fato de ela ter opinião, caráter, ser boa filha, honesta, gostar do que faz, ter paixão pelas coisas e pelas relações faz ela parecer com o que penso que sou."


Paolla Oliveira
A atriz Paolla Oliveira, que interpreta a policial Jeiza em 'A Força do Querer' - Marcus Leoni/Folhapress

Para Paolla, a personagem não deixa de ser uma mocinha como tantas outras, mas com a qualidade de ser mais ativa e firme. "Normalmente as coisas giram em torno dessa pessoa bom caráter como se ela fosse boba", comenta ela, feliz com o retorno do público. "As mulheres estão amarradonas."

Além da atuação, o corpo mais definido da atriz também foi bastante elogiado pelos telespectadores. Mas ela explica que a mudança física se deu naturalmente e que seu foco foi o estudo prático para a personagem.

A atriz aprendeu o básico de lutas, entre elas  boxe, grappling (luta agarrada) e jiu-jitsu. "Fora isso, o negócio é treinar, porque tem que ter resistência para fazer as cenas. Não adianta pedir pelo amor de Deus na hora porque a resistência não vem. Então você tem que estar o tempo inteiro treinando", diz.

"Quanto a emagrecer, a gente acaba dando uma fechadinha na boca como um todo por causa do HD (imagens em alta definição exibidas na TV) e das roupas de Jeiza que são 'embaladas a vácuo'. Mas não pensei muito nisso. Houve mais uma preparação da parte técnica da luta e da polícia que eu não tinha. Fiz aula de tiro por exemplo."

Mais do que delinear melhor o corpo, Paolla conta que teve grandes conquistas pessoais depois que recebeu a incumbência de interpretar Jeiza. "Falo pra todo mundo que o esporte traz coisas que a gente já tem na vida, mas que não jogamos luz sobre elas: foco, concentração e melhoria física", afirma. 

"Jeiza é uma personagem que exige muito de mim. Ela tem que atirar, lidar com o cachorro, ser boa no MMA, tomar soco na cara, tem que ser linda, despachada, alto-astral. Consigo fazer essa mulher e a Paolla não se cansa . Pelo contrário, se diverte."





Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem