Celebridades

Angelina Jolie e Brad Pitt utilizarão juiz particular para divórcio

Em busca de privacidade sobre os detalhes de seu divórcio, Angelina Jolie e Brad Pitt utilizarão um juiz particular, informou os atores em nota à CNN na segunda (9).

LEIA TAMBÉM:

Brad Pitt acusa Angelina Jolie de comprometer privacidade dos filhos

Fátima e ​Bonner, Brangelina... relembre cinco casais que se separaram em 2016

Jolie e Pitt chegaram a um acordo para manter todos os documentos do divórcio e ações subsequentes sob sigilo, a fim de preservar os direitos de privacidade de seus filhos e familiares.

Os advogados representantes do ex-casal contatados pela Reuters não estavam disponíveis para comentários.

A atriz pediu divórcio em setembro, citando diferenças irreconciliáveis, mostraram documentos judiciais. A separação foi repentina, seguindo um incidente no qual Pitt teria perdido a paciência na frente de pelo menos um de seus seis filhos.

Jolie busca a custódia integral dos filhos, com direito de visita de Pitt, mas não deseja apoio do pai na criação das crianças. A data de separação mencionada foi 15 de setembro.

Jolie e Pitt, conhecidos pela imprensa especializada com "Brangelina, foram um dos casais mais famosos do mundo do entretenimento. Eles se casaram em 2014, após uma década juntos.

Em novembro, Pitt foi inocentado de alegações de conduta abusiva e pediu a custódia compartilhada.


Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem