Você viu?

Galeria Uffizi e Louvre processam Pornhub por criar app erótico com obras de arte

Aplicativo Classic Nudes recria clássicos da arte usando estrelas pornôs

Campanha do site Pornhub com a ex-atriz pornô Ilona Staller, popularmente conhecida como Cicciolina
Campanha do site Pornhub com a ex-atriz pornô Ilona Staller, popularmente conhecida como Cicciolina - Reprodução/Pornhub
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

O museu do Louvre e a Galeria degli Uffizi, localizados na França e na Itália, respectivamente, estão processando o Pornhub. A ação foi aberta após a plataforma de conteúdo pornográfico lançar o aplicativo Classic Nudes, que recria obras-primas clássicas usando estrelas da indústria pornográfica.

A primeira edição do trabalho mostra atores pornôs da trupe "My Sweet Apple" ("Minha Doce Maçã, em tradução livre), reencenando obras-primas clássicas de galerias de arte, incluindo não só o Louvre e a Uffizi, mas também o Musee d'Orsay, em Paris, a National Gallery, em Londres, e Prado, em Madri.

De acordo com o Daily Mail, se a rodada inicial for bem-sucedida, os desenvolvedores planejam expandir a coleção. Dessa forma, o Louvre e a Uffizi resolveram processar o Pornhub por violação de direitos autorais. Além disso, exigem que a empresa remova as reproduções das obras expostas ao vivo em suas galerias de arte.

Um porta-voz do Louvre disse ao The Daily Beast que seus advogados entraram em contato com o Pornhub e que esperavam que as obras fossem removidas "imediatamente". Já um represetante da Uffizi disse à publicação que "ninguém concedeu autorizações para a operação ou uso da arte".

Na Itália, o código do patrimônio cultural prevê que, para utilizar imagens de um museu ou obras para fins comerciais, é necessária a autorização, que regula os métodos e fixa a respectiva taxa a pagar. "Tudo isso obviamente se o museu conceder a permissão, o que dificilmente teria acontecido neste caso".

Um representante do site adulto falou da iniciativa durante o lançamento oficial do aplicativo. "Com os museus finalmente reabrindo ao redor do mundo conforme as restrições à pandemia estão sendo suspensas, o Pornhub queria fazer sua parte estimulando o público a visitar, explorar e se apaixonar (ou cobiçar) instituições culturais".


Ele acrescentou ainda que "o portal online guia os visitantes além das obras-primas do SFW (sigla que designa conteúdo que pode ser visto em qualquer lugar, sem causar constrangimentos) e vai direto ao que há de bom: representações do corpo nu em toda a sua glória artística", concluiu.

"Há um tesouro de arte erótica em todo o mundo —retratando nus, orgias e muito mais —que não está disponível no Pornhub. Essas peças de arte pré-internet estão atualmente em museus, que agora podemos finalmente começar a visitar novamente, pois as restrições estão começando a diminuir", disse a atriz de filmes adultos Asa Akira, que é a embaixadora da marca Classic Nudes.

"Quando as pessoas começarem a voltar ao Louvre ou ao MET, elas podem simplesmente abrir 'Nus Clássicos' e eu serei seu guia. É hora de abandonar essas gravações entediantes de auto-turnê e desfrutar de cada pincelada dessas obras-primas eróticas comigo", convidou Akira.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem