Você viu?
Descrição de chapéu tiktok

Avô pianista de 85 anos viraliza após neta criar conta para ele no TikTok

Britânico está fazendo vaquinha virtual para financiar pesquisa sobre o câncer

Alan Melinek, o 'avô pianista'
Alan Melinek, o 'avô pianista' - Reprodução
São Paulo

Alan Melinek, um homem de 85 anos da cidade de Watford, está famoso no Reino Unido após a conta que a neta dele, Bella, fez para ele no TikTok viralizar. Na rede social de vídeos curtos, ele já alcançou mais de 276.000 curtidas e 25.000 seguidores com suas performances ao piano.

Melinek, que aprendeu a tocar o instrumento sozinho após ter que fugir de Londres ainda criança durante a Segunda Guerra Mundial, costumava fazer apresentações mensais para arrecadar dinheiro para a Cancer Reaserch UK. A entidade financia pesquisas relacionadas ao câncer. Em 2006, a esposa dele, Patricia, morreu vítima da doença.

Com a pandemia, ele teve que parar com as apresentações. Por conta disso, Bella, de 22 anos, decidiu compartilhar o talento do avô na internet, onde o inscreveu com o nome de "avô pianista".

"De alguma forma, parece que me tornei viral e dizer que estou extasiado é um eufemismo de fato", contou ele à BBC. "Não sei bem como aconteceu ou o que desencadeamos, mas estou completamente confuso!"

Melinek também disse que está "maravilhado" com a generosidade dos seguidores, que fizeram doações para a instituição de caridade contra o câncer por meio de uma vaquinha virtual.

Por sua vez, Bella contou estar "muito orgulhosa" do avô. "Ele tem um talento incrível e eu sabia que iria funcionar", disse ela. "Eu queria que ele fosse famoso por tocar piano e estou muito feliz em ver que dezenas de milhares de pessoas estão gostando tanto quanto nós."

Com 5 filhos e 14 netos, Melinek explica na página da vaquinha virtual que está surpreso com a repercussão. "Nenhum de nós esperava que isso decolasse tão bem e estou surpreso e impressionado com a generosidade", agradeceu.

"Espero que gostem do que faço e, se puderem, doem em memória dos milhões de pessoas perdidas para o câncer todos os anos", pediu. "Se cada um dos espectadores tivesse doado apenas 1 libra esterlina (R$ 7,65), teríamos meio milhão de libras (cerca de R$ 3,8 milhões) para a pesquisa do câncer agora!"

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem