Você viu?

Jornal canadense compara lockdown a Anne Frank se escondendo de nazistas

Publicação foi excluída após repercussão negativa na web

Imagem de Anne Frank - AFP
São Paulo

Um jornal canadense causou polêmica nesta semana ao publicar um artigo comparando a experiência de lockdown, adotada por muitos países para evitar a disseminação da Covid-19, com a história de Anne Frank (1929-1945), adolescente que se escondeu de nazistas na década de 1940.

A jovem alemã de origem judaica morreu de tifo em um campo de concentração durante a Segunda Guerra Mundial, e ficou conhecida mundialmente após a publicação de seu diário como livro, anos depois. Nele, ela narra políticas do governo nazista e o período em que sua família teve que se esconder.

A comparação foi feita pelo jornal canadense The Globe and Mail em um artigo de opinião publicado na última quarta-feira (3) com o nome: “Estou canalizando o espírito de Anne Frank durante o lockdown”, assinado por Debra Dolan. Mais tarde, ele foi alterado para “Lições de vida de Anne Frank”.

Segundo o site Insider, em um dos trechos a autora falava que “à medida que meu cansaço da pandemia foi levando o melhor de mim embora nas últimas semanas, comecei a dizer a mim mesma: ‘o que Anne faria?’, ‘como Anne descreveria esse período?’, ‘como ela lidaria com essa situação?’.”

A reação ao artigo não foi boa, com críticas de internautas nas redes sociais e Anne Frank entrando nos assuntos mais comentados. Com isso, o Globe and Mail excluiu a publicação e tuitou um pedido de desculpas. “O artigo sobre Anne Frank e o lockdown foi removido porque não atendia a nossos padrões. Pedimos desculpas por esse erro.”

“Criar analogias entre o Holocausto e os dias de hoje não é só impróprio, mas minimiza a tragédia que as pessoas sofreram”, opinou um internauta. “Tratar a história de Anne Frank como um conto de fadas inspirador é revoltante. Uma criança se escondendo de assassinos em massa não é uma princesa numa torre esperando para ser resgatada”, comentou outra.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem