Você viu?

Modelo é presa por fotos com trajes 'inadequados' na frente das pirâmides do Egito

Influenciadora digital e fotógrafo foram liberados após fiança

Salma El-Shimy é modelo e fotografou no Egito - Instagram/salma_elshimy_official
São Paulo

Uma modelo e influenciadora digital egípcia foi preso após fazer um álbum de fotos em frente às pirâmides do Egito. De acordo com autoridades do Ministério do Turismo e Antiguidades do Egito, Salma El-Shimy não tinha autorização para as fotos e "estaria vestindo trajes inadequados”.

Nas imagens, é possível ver que a roupa escolhida por ela foi um vestido branco curto com cinto e colares de inspiração faraônica. O fotógrafo que fez os registros também foi detido. Em entrevista à emissora de TV americana CBS, o fotógrafo disse que tinha a permissão para fazer 15 minutos de imagem no sítio arqueológico.

Segundo a legislação do Egito, porém, fotos ou vídeos para fins comerciais nos sítios arqueológicos só podem ser feitos mediante licença do Ministério do Turismo e Antiguidades.

Tanto El-Shimy uanto o fotógrafo foram liberados após arcarem com uma multa de pouco mais de R$ 330. Mas a história está longe de acabar. Um membro do parlamento do Egito pediu a imposição de punições mais severas à influenciadora. O caso ainda é investigado.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem