Você viu?

Misterioso 'obelisco' descoberto em deserto dos EUA dá origem a diferentes teorias

Internautas notaram a semelhança com monólitos alienígenas de clássicos da ficção científica

'Obelisco' de metal encontrado no estado americano de Utah
'Obelisco' de metal encontrado no estado americano de Utah - Utah Department of Public Safety/Reuters
Los Angeles

Um misterioso "obelisco" de metal, que foi encontrado enterrado no remoto deserto do oeste dos Estados Unidos, acendeu a imaginação dos observadores de óvnis, teóricos da conspiração e fãs do falecido cineasta britânico Stanley Kubrick em todo o mundo.

O pilar brilhante e triangular, com mais de três metros e que se ergue em meio às rochas do sul do estado de Utah, foi descoberto na quarta-feira passada (18) por funcionários locais.

Após pousar para investigar, membros da tripulação do Departamento de Segurança Pública de Utah encontraram "um monólito de metal instalado no chão", mas "nenhuma indicação óbvia de quem poderia ter posto o monólito ali".

"É ilegal instalar estruturas ou obras de arte sem autorização em terrenos públicos administrados pelo governo federal, sem importar em que planeta seja", advertiu a agência na segunda-feira em um comunicado com tom irônico.

A notícia da descoberta rapidamente viralizou na internet e muitos notaram a semelhança do objeto com os estranhos monólitos alienígenas que desencadeiam enormes avanços no progresso humano em clássicos da ficção científica como o famoso filme de Kubrick, "2001 - Uma Odisseia no Espaço", de 1968.

Outros comentaram sobre a descoberta durante um ano turbulento no qual o mundo se viu afetado pela pandemia de covid-19, e especularam com otimismo que poderia ter uma função completamente diferente. "Este é o botão para 'reiniciar' o ano de 2020. Alguém pode apertá-lo rapidamente?", brincou um usuário do Instagram.

Visto que os funcionários se negam a revelar a localização do objeto por medo de que multidões de curiosos se dirijam ao deserto para vê-lo, também teve início uma corrida on-line para geolocalizar o "obelisco", com base nas formações rochosas circundantes.

Bret Hutchings, o piloto que sobrevoou o objeto, especulou que possa ter sido instalado ali por algum artista. Alguns observadores destacaram sua semelhança com as obras vanguardistas de John McCracken, um artista americano que viveu por um tempo nas proximidades do Novo México e faleceu em 2011.

AFP
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem