Você viu?

Cientistas criam menor barco do mundo usando impressora 3D

Navio é tão pequeno que poderia flutuar no interior de um fio de cabelo

Pesquisadores imprimem menor barco do em 3D
Pesquisadores imprimem menor barco do mundo em 3D - Leiden University/Divulgação
São Paulo

Cientistas da Universidade de Leiden, na Holanda, usaram uma impressora 3D de alta resolução para criar o menor barco do mundo: ele mede apenas 30 micrômetros de comprimento –um micrômetro é igual a 0,001 mm ou cerca de 0,000039 polegadas. Segundo reportagem da CNN, é tão pequeno que poderia navegar no interior de um fio de cabelo humano.

De acordo com o site, a construção do navio microscópico faz parte de uma pesquisa da instituição sobre projetos de veículos que poderiam viajar dentro do corpo humano, por exemplo, para administrar tratamentos médicos. A novidade é uma cópia minúscula do barco "Benchy", uma estrutura frequentemente usada para testar a eficácia das impressoras 3D.

Os pesquisadores desenvolveram o minúsculo navio enquanto realizavam investigações sobre micro-nadadores, pequenas partículas que podem se mover através de líquidos. Bactérias, algas e espermatozoides são exemplos naturais de micro-nadadores.

Daniela Kraft, física da universidade holandesa, disse à CNN que micro-nadadores sintéticos podem ter uma variedade de uso, incluindo o de levar medicamentos ao organismo humano.

O estudo foi publicado na revista Soft Matter e a ideia é entender o funcionamento desses objetos. "Esperamos aprender sobre o que é um bom princípio de design para a criação de um pequeno veículo de entrega de medicamentos –se você tem uma pequena partícula que vai para uma parte específica do corpo para entregar drogas, então, ela tem que se propelir e pode ter que lidar com o ambiente em seu corpo, que é muito complexo ", disse Kraft à reportagem.

"O que estamos tentando responder é: o que seria um bom design? O que seria uma ótima forma para que pudesse circular e ser eficiente?", completou. Os especialistas foram capazes de criar objetos medindo apenas 4 micrômetros.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem