Você viu?

Brasileira que foi babá de filhos de Kourtney Kardashian chegou a ganhar R$ 1 milhão ao ano

Maria Helena Heames desembarcou nos Estados Unidos após morte dos pais

 
Kourtney Kardashian pagava R$ 1 milhão a babá brasileira - AFP
São Paulo

Uma brasileira pode estar entre as babás mais bem-sucedidas do mundo. Com salário anual estimado em cerca de R$ 1 milhão, Maria Helena Heames, 38, já cuidou dos filhos da apresentadora Blac Chyna, 31, e das crianças de Jeffrey Katzenberg, 69, um dos fundadores do estúdio DreamWorks.

Porém, sua patroa mais famosa foi Kourtney Kardashian, 40, na casa de quem morou até 2019, ocupando o posto de babá-chefe de três crianças.  Viagens em jatos, passeios de skate na pista privada da mansão onde trabalhava e jantar na mesma mesa que os amigos da casa, como a atriz Megan Fox, 33, fazem parte da rotina da baiana, segundo informações da revista Veja. 

A publicação destaca ainda que Heames integra o seleto grupo das "nannies six figures", como são conhecidas nos Estados Unidos as babás de luxo, que chegam a ganhar salários anuais de seis dígitos. Elas trabalham seis dias por semana em esquema de plantão, de forma que sempre haverá uma delas a disposição dos patrões.
 

Heames conta que em muitos casos as funcionárias são proibidas de usar celular durante o expediente e, também, contam com um cartão de crédito da família para a qual trabalham. "Há pais que estipulam limite de gasto, como US$ 100 diários. Não é porque é rica que a criança pode levar o que quiser", explica a brasileira.

De acordo com a publicação, a filha única de pais de classe média da cidade de Santo Antônio de Jesus, na Bahia, cursava enfermagem, e não tinha planos de ser babá nos Estados Unidos até acontecer uma reviravolta em seu destino. Em 2007, a mãe de Hames morreu vítima de hepatite autoimune e, 23 dias depois, o pai da jovem, suicidou-se. 

Ela interrompeu a faculdade e uma amiga falou sobre um programa de intercâmbio conhecido como Au Pair, que recruta jovens estrangeiras para trabalhar como babás em casas de família fora do país de origem. Mesmo sem falar inglês, Hames fez a entrevista, alegando que o áudio estava com problema. "Respondi às perguntas por escrito usando o recurso de tradução do Google", relembrou. 
 

Desembarcou nos Estados Unidos com 50 dólares e começou a trabalhar por US$ 800 para uma família que aceitou que ela se comunicasse por mímica. Após dois anos, arrumou emprego com uma família de classe média alta de quem recebia US$ 28.000 anuais. As coisas mudaram quando ela entrou para uma agência especializada em atender celebridades. Nessa época já dominava inglês, espanhol, além de ter no currículo cursos de primeiros socorros e alimentação infantil. 

Hames deixou a rotina como babá para cuidar da filha, que tem nove meses. Casada com um norte-americano, ela investiu seus rendimentos em imóveis e é dona de uma agência de consultoria para babás.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem