Você viu?

Dicionário digital americano escolhe 'existencial' como palavra de 2019

Termo que existe desde 1685 foi propagado da política aos filmes infantis

Vazio existencial e autoafirmação
Vazio existencial e autoafirmação - Pixabay
São Paulo

Em meio a crises pessoais e democráticas, o dicionário digital americano Dictionary.com definiu "existencial" como a palavra de 2019.

Segundo o site norte-americano ABC News, a palavra ganhou notoriedade nas pesquisas do dicionário após os incêndios florestais que aconteceram nos Estados Unidos e o furacão Dorian nas Bahamas, além dos tiroteios em Christchurch, na Nova Zelândia, e El Paso, no Texas.

Também foi uma palavra presente na política e na cultura pop –o personagem "Garfinho" de "Toy Story 4" foi um dos que mais promoveu o termo, uma vez que, no início do filme, está convencido de que é "lixo", mas depois assume que seu destino é ser um brinquedo.

 

"Começamos a ver existencialismo no diálogo a partir de janeiro, e durante todo o ano", disse Jennifer Steeves-Kiss, diretora executiva do Dictionary.com. "Esse é um tema consistente que vimos em nossos dados, mas que também foi aproveitado em várias questões importantes da nossa época".

A palavra "existencial" existe desde 1685, e é definida pelo dicionário como "relacionado à existência" ou "característica do existencialismo filosófico; preocupação com a natureza da existência humana, conforme determinada pelas escolhas feitas livremente pelo indivíduo. "

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem