Você viu?

As vantagens e desvantagens de se chamar Harry Potter na vida real

Harry Potter em frente ao teatro onde estava em cartaz a peça Harry Potter a Criança Amaldiçoada, em Julho
Harry Potter em frente ao teatro onde estava em cartaz a peça Harry Potter a Criança Amaldiçoada, em Julho - BBC Brasil/ Harry Potter
Descrição de chapéu BBC News Brasil
Kris Bramwell

"Em geral é uma coisa boa, um bom assunto para começar uma conversa", diz o britânico Harry Potter.

Longe de ser um bruxo, Harry é um neurocientista da Universidade de Manchester.

Quando ele respondeu a uma pergunta no Twitter sobre "qual parte da cultura pop arruinou seu primeiro nome", ele não esperava a reação que recebeu.

"Muda esse 'primeiro nome' para 'meu nome completo'", disse ele, e teve 267 mil likes e 33 mil compartilhamentos.

"Eu já fiz postagens sobre meu nome antes e foi popular com pessoas que me seguem, mas é isso. Essa conta no Twitter é para trabalho. Essas coisas sobre meu nome são algo paralelo."

Entre as pessoas que responderam a Harry —e que sabem o que ele passa— estavam um Michael Jackson, um David Cameron e uma Meg Griffin, um nome que se tornou famoso por causa da série de animação americana Family Guy.

Em seu trabalho, Harry Potter pesquisa como o sistema imunológico de uma mulher durante a gravidez afeta o desenvolvimento do sistema nervoso do filho mais tarde na vida.

Mas algumas pessoas na internet sugeriram outras pesquisas acadêmicas que ele poderia ter escrito se tivesse saído da sua área de atuação, como "Fantastic Yeasts and Where to Find Them" (Leveduras Fantásticas e Onde Habitam), uma piada com o título em inglês dos filmes da série "Animais Fantásticos e Onde Habitam" (Fantastic Beasts and Where to Find Them), que se passa no universo de Harry Potter.

"As pessoas inferem que é algo ruim e que eu posso querer mudar meu nome, mas não é. A maior parte das pessoas acha engraçado", diz Harry.

O jovem de 25 anos diz que frequentemente usa seu nome como inspiração para a fantasia de Halloween, mas admite que ele causa confusão no trabalho.

Quando estava se candidatando para seu PhD, Harry mandou um e-mail para uma pessoa em outra sala e, cinco minutos depois, a pessoa ligou para um colega para checar se o e-mail não era spam.

"'Sim, ele é real. Ele está sentado do meu lado'", eu ouvi a pessoa dizer.

Ter um "xará" famoso tem suas vantagens. Quando Harry tinha seis anos, sua família se mudou para Devon, o jornal local tirou uma foto sua vestido como o bruxo e lhe deu um livro.

Harry e sua família ganharam uma viagem no Expresso de Hogwarts (o trem turístico temático da série de livros) como resultado da foto. "Eu lembro da viagem ser muito divertida", diz ele.

O TERCEIRO HARRY POTTER NA FAMÍLIA

Mas nem só no Reino Unido existem Harry Potters da vida real.

Harry Potter, 37, mora em Melbourne, na Austrália, e diz que "aguenta as mesmas piadas há 20 anos".

"Você pode imaginar o que é, sendo um professor de educação física", diz ele. "'Vamos jogar quadribol hoje, professor?', 'O que o sr. está fazendo aqui, não deveria estar em Hogwarts?'"

"Alunos nos corredores ficam murmurando a música tema... Eu me divirto. Não fico bravo."

Harry é originalmente de Yorkshire, no Reino Unido, e se lembra do momento em que se deu conta do quão famoso seu nome iria se tornar.

"Eu me lembro de descer do trem [da cidade de] Huddersfield para Leeds no meu primeiro ano na universidade e ver um enorme anúncio do primeiro filme. Foi quando caiu a ficha de que seria algo enorme."

"As pessoas não acreditam quando você diz o seu nome. Elas riem. Não acham que é verdade. No mundo todo as pessoas sabem quem é Harry Potter", diz ele.

"Eu já fui para a China e para a África e a reação é a mesma. É um nome muito famoso."

Ele é o terceiro Harry Potter em sua família —tanto seu trisavô quando um tio-avô também se chamavam Harry Potter. "É uma espécie de tradição familiar", diz ele.

Harry disse em 2018 que suas duas filhas, Iris e Ivy, estavam começando a entender que seu pai tinha um nome "muito descolado e famoso".

Ao escolher os nomes para as filhas, apenas um estava fora de cogitação: Lily, nome da mãe de Harry na versão em inglês dos livros (na tradução ela se chama Lilian).

"Elas já ouvem perguntas demais sobre meu nome."

BBC News Brasil
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem