Você viu?

Homem de 33 anos é o primeiro a dar a volta a nado no Reino Unido

Ross Edgley completou a travessia em 157 dias

O aventureiro e nadador profissional Ross Edgley reage após completar sua travessia ao redor do Reino Unido
O aventureiro e nadador profissional Ross Edgley reage após completar sua travessia ao redor do Reino Unido - Reuters

São Paulo

Ross Edgley, 33, se tornou neste domingo (4) o primeiro homem a dar a volta do Reino Unido a nado. A travessia durou 157 dias e começou no dia 1º de junho na cidade de Margate, uma cidade na costa sudeste da Inglaterra. Depois de 2.882 quilômetros, ele retornou ao seu ponto de partida. 

A distância é equivalente ao que se levaria para percorrer de Londres à Moscou, na Rússia. O nadador passou cerca de 12 horas por dia no mar e entrou para o Guiness Book ainda no 74º dia do desafio, por ter passado o maior período da história nadando em alto mar. No entanto, o recorde só seria computado se ele terminasse a travessia.

Ele fazia as refeições e dormia em um catamarã, abordo do qual estavam três membros de sua equipe, que o acompanhou durante a travessia. 

Durante o percurso, Edgley narra ter se ferido 37 vezes com queimaduras de água-viva, enfrentado uma torção no ombro e um corte aberto no pescoço, além de ver a própria língua apodrecer devido o frio e a água salgada. 

"O ferrão queimava na minha pele. Ela se agarrou nos meus óculos. Essa água-viva da Escócia, gigante e gorda, bateu na minha cara por quase meia hora durante um redemoinho", disse ele em entrevista ao jornal The Guardian.

Segundo ele, o momento mais emocionante aconteceu no canal de Bristol, em que ele foi acompanhado por quase 5km por uma baleia-de-minke. "Apesar de todas as queimaduras de água-viva e das dificuldades, você só consegue um momento assim se passar 12 horas por dia nadando no mar durante 175 dias. 

O nadador também disse que seu primeiro pensamento ao pisar em terra não teve nada a ver com comida ou bebida. "Eu estava realmente preocupado que fosse pisar na areia e cair de cara no chão."

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem