Você viu?

China quer acabar com performance de strippers em funerais

Selo BBC Brasil

Autoridades chinesas anunciaram que querem pôr fim ao hábito de contratar strippers para animar funerais (sim, ele existe).

O ministro da Cultura do país, Hung Meng-chi, divulgou um comunicado condenando a prática, que chamou de "pouco civilizada".

Ainda comum nas zonas rurais, a iniciativa consiste em convidar dançarinas exóticas para atrair mais participantes para os enterros, segundo a agência de notícias estatal Xinhua.

Na nota, Hung citou dois exemplos recentes em que strippers foram convidadas a realizar "performances obscenas": uma na província de Hebei, no norte da China, e outra na província de Jiangsu, no leste do país.

Em ambos os casos, organizadores e dançarinas foram punidos, informou o comunicado, acrescentando que a pasta trabalhará junto com a polícia para acabar com a prática.

Crédito: Weibo China quer acabar com performance de strippers em funerais
China quer acabar com performance de strippers em funerais

Strippers são usadas para aumentar a participação em funerais porque grandes multidões são vistas como um símbolo de honra ao morto.

Autoridades já vêm tentando por fim ao hábito, aparentemente sem sucesso. Mas dessa vez, segundo a imprensa chinesa, estão determinadas.

"Ter performances exóticas dessa natureza em funerais lança luz sobre as armadilhas da vida moderna na China, em que vaidade e esnobismo prevalecem sobre tradições", diz a reportagem da Xinhua.

Nas redes sociais chinesas, no entanto, muitos usuários aparentaram desconhecer a prática.

"Eu realmente não entendo como isso pode ser moralmente aceitável", escreveu um usuário, enquanto outro brincou: "Strippers em funerais? Só pode ser brincadeira. Que tipo de tendência é essa?"

Leia também: Guia chinesa é demitida após ameaçar turistas que compravam pouco

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias