Viva Bem
Descrição de chapéu Personare

Conheça a técnica de ioga baseada nas fases da lua e no ciclo menstrual

Chandra Devi Yoga é direcionada às mulheres e pode ser feita em casa

Yoga e as fases da Lua - Personare
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Mari Mel Ostermann
personare

Chandra Devi Yoga é um método de ioga direcionado às mulheres, baseado nas fases da lua e do ciclo menstrual. Ao longo do mês as mulheres passam por quatro fases do ciclo menstrual: menstruação, pós-menstruação, ovulação e pré-menstruação.

Para cada uma dessas fases, o método apresenta uma prática de ioga específica que pode ser feita em casa. "É uma prática customizada, que respeita o corpo", diz Julia Laitano, idealizadora do método, psicóloga, terapeuta menstrual e gineterapeuta.

"Nós mulheres somos mais lunares, temos ciclos, fases e nosso ciclo menstrual é a manifestação disso", continua. "Por isso, criei um método no qual, assim como a lua, podemos praticar ioga de formas específicas a cada fase do ciclo, respeitando as características de cada fase."

Para saber exatamente quando a lua vai estar em cada fase, confira nosso Calendário Lunar.

UMA VISÃO MAIS COMPLETA DA MULHER

Unindo conhecimentos de Hatha Yoga, Yogaterapia, Gineterapia e outras pesquisas de sagrado feminino, o Chandra Devi busca a visão mais completa da mulher na sua prática de ioga. Esse método é um compilado de conhecimentos, usando posturas do Hatha Yoga e sabedorias dessa e de outras escolas.

As aulas são bem didáticas e explicativas, com o objetivo de dar autonomia para as mulheres, ensiná-las práticas que possam usar em casa. São ensinados para cada fase, específicos asanas, pranayamas mudras e visualização com as Deusas Hindus.

A nossa sociedade vive em um padrão patriarcal, linear, solar. E a mulher é cíclica, lunar, de fases. Julia explica que esse método busca conscientizar as mulheres da natureza de seus ciclos, podendo respeitá-los e, assim, viver de maneira mais integrada.

O sistema vê um ciclo menstrual saudável como sinônimo de uma mulher saudável. A nossa relação com o ciclo revela muitas coisas sobre a nossa história e padrões.

Quando curamos nossa relação com o ciclo menstrual, curamos muitas coisas mal resolvidas do nosso Feminino. Este método traz alívio e conforto às questões do ciclo, como cólicas, oscilações de humor, mudanças hormonais, etc. Saiba mais sobre a relação entre ioga, TPM e o ciclo feminino aqui.

CHANDRA DEVI YOGA E AS FASES DA LUA

LUA NOVA

Traz a energia do recolhimento, da introspecção e do silenciar-se. É um momento de força uterina e de intuição.

  • Fase do ciclo: menstrual
  • Postura indicada: Malasana, a postura de cócoras. Ela ajuda no fluxo, para que as águas desçam tranquilamente. Estimula o apana vayu, o “vento” de eliminação
  • Deusa regente: Durga. É a maha shakti. Manifesta todo poder feminino
  • Arquétipo da fase: A anciã

LUA CRESCENTE

Momento de exteriorização, ir para o mundo, clareza mental, movimento e vigor para alcançar objetivos.

  • Fase do ciclo: pós-menstrual
  • Postura indicada: Virabhadrasana 2 (guerreiro 2) – traz foco, discernimento e força.
  • Deusa regente: Saraswati a deusa das artes e do intelecto
  • Arquétipo da fase: A donzela

O Chandra Devi Yoga traz alívio e conforto às questões do ciclo menstrual, como cólicas, oscilações de humor, mudanças hormonais, etc.

LUA CHEIA

O brilho da lua atinge seu auge nos trazendo o máximo da exteriorização, ficamos mais sociáveis e queremos compartilhar. A libido aumenta, as águas do corpo ficam mais abundantes e ficamos mais flexíveis.

  • Fase do ciclo: período fértil/ovulação
  • Postura indicada: Dhanurasana (postura do arco)
  • Deusa regente: Lakshmi, deusa da prosperidade e da fortuna
  • Arquétipo da fase: A mãe/amante

LUA MINGUANTE

Nos traz novamente para o interior e aguça a intuição. Traz cortes, desapegos e libera padrões.

  • Fase do ciclo: pré- menstrual
  • Postura indicada: Deviasana com a língua para fora (postura da deusa). Ajuda a aliviar oscilações de humor
  • Deusa regente: Kali – aquela que destrói para reconstruir
  • Arquétipo da fase: A feiticeira
Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem