Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

BBB22

BBB 22: Pedro Scooby é eliminado com 55,95% dos votos

Surfista disputava paredão com Eliezer e Douglas Silva

Pedro Scooby - Globoplay
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

O surfista Pedro Scooby foi eliminada com 55,95 % no 16º paredão da temporada do BBB 22 (Globo), nesta quinta-feira (21). Ele disputava a permanência na casa Eliezer e Douglas Silva, que receberam 42,23% e 1,82% dos votos, respectivamente.

Horas antes da eliminação uma enquete feita pelo F5 indicava empate entre Scooby e Eliezer. Por volta das 20h, os dois tinham 39%, cada um, para deixar a casa mais vigiada do Brasil.

No discurso de eliminação, o apresentador Tadeu Schmidt relembrou que quando Scooby entrou na casa e não conhecia o BBB e não tinha intenção de ganhar, apesar de ser um atleta profissional. "Ele disse que curtia a vitória dos outros, ele é assim mesmo, ele é o cara que se interessa genuinamente pelo outros", disse Schmidt.

Na conversa com o apresentador, Scooby disse que foi muito bom participar do reality para refletir e olhar a própria vida, que sempre foi avoada com viagens e três filhos. "Eu vou ficar feliz se o P.A. ou o DG vencer io programa", disse Scooby.

P.A. ficou muito emocionado com a eliminação do surfista. "O Pedro é muito especial mesmo, um cara que vou levar pro resto da minha vida, aprendi muito com ele. A gente se conectou muito, foi uma conexão muito forte", disse o atleta.

​​Paulo André virou Líder após uma prova de habilidade, na terça-feira (19). Com isso, ele garantiu seu lugar entre os quatro finalistas do reality. DG foi parar na berlinda porque não completou a prova pela liderança, Eliezer foi indicado pelo Líder Paulo André e Pedro Scooby recebeu o maior número de votos no confessionário.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem