BBB21

BBB 21: Polícia abre inquérito e pede imagens para averiguar intolerância religiosa

Deputado estadual Átila Nunes (MDB-RJ) realizou a denúncia nesta quarta-feira

BBB 21 - Karol Conka, Nego Di, Lumena e Projota - João Cotta/Globo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

A Decradi (Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância) instaurou inquérito para investigar caso de intolerância religiosa no BBB 21. O deputado estadual Átila Nunes (MDB-RJ) abriu uma denúncia contra Nego Di, Projota, Lumena e Karol Conká ao Ministério Público do Rio de Janeiro, afirmando que os quatro confinados haviam praticado o crime. De acordo com a Polícia Civil, imagens do programa serão solicitadas para análise.

O quarteto teria zombado de uma entidade religiosa de matriz africana e atrelado cunho sexual a ela em uma conversa com o ex-BBB Lucas Penteado. "Não me restou outra opção a não ser encaminhar uma denúncia ao Ministério Público dos participantes do BBB Nego Di, Projota, Karol Conká e Lumena por vilipêndio religioso, crime caracterizado no Código Penal. E pedir à Decradi para requisitar as gravações", escreveu o político em suas redes sociais nesta quinta-feira (11).

"As referências extremamente ofensivas acompanhadas de chacotas dos quatro participantes a uma entidade das religiões de matrizes africanas estimulam o preconceito e os ataques à Umbanda e ao Candomblé. Dificilmente eles se refeririam dessa forma a Nossa Senhora ou à Bíblia", completou na publicação.

Em uma outra publicação o deputado descreve a cena em que o ato acontece: "'Eu xangôzei', disse o humorista (Nego Di), arrancado gargalhadas dos colegas. 'Cheguei a xangôzar no quarto, véi', completou. Depois, foi a vez de Karol Conká fazer o deboche. 'Você falando é muito engraçado'", começou.

"'Eu chamei Xangô, véi', disse a rapper, imitando os trejeitos de Lumena. Apesar de estarem ridicularizando uma religião de matriz africana, Lumena caiu na gargalhada e ainda lembrou uma conversa que teve com Lucas. 'Eu xangozei. Eu estou pelo certo com meu orixá, você está pelo errado. Ele está te abandonando', disse a baiana", finalizou o deputado.

Nesta terça-feira o deputado Anderson Moraes (PSL-RJ) apresentou uma notícia-crime contra a participante do BBB 21, Lumena, também na Decradi, a acusando de praticar "racismo contra pessoas brancas". A Delegacia confirmou a presença do deputado.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem