BBB21

BBB 21: Globo diz que Karol Conká não conversou com ninguém durante intervalo

Teorias da conspiração surgiram na internet por causa dos minutos de 'apagão'

Karol Conká conversa com Tiago Leifert após eliminação no BBB 21
Karol Conká conversa com Tiago Leifert após eliminação no BBB 21 - Globo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Um mistério ronda a eliminação contundente de Karol Conká do BBB 21 (Globo) na noite de terça-feira (23). Ao contrário do que ocorreu em todos os paredões anteriores, a emissora optou por fazer um intervalo entre a saída da cantora da casa mais vigiada do Brasil e a entrevista com o apresentador Tiago Leifert no palco.

Por causa desses poucos minutos em que a participante ficou sem ser vigiada, diversas teorias da conspiração surgiram na internet. A principal delas é que a dona do hit "Tombei" teria sido instruída pela direção do programa a se desculpar pelas atitudes que teve dentro do jogo.

Muitas pessoas também correram para as redes sociais para "denunciar" que, durante esse intervalo, alguém a teria avisado sobre a porcentagem recorde de 99,17% com que ela saiu. Esse seria o motivo da participante não ter ficado chocada ao saber do fato durante a conversa com o apresentador.

Houve ainda quem acreditasse que ela tinha sido ouvida por um psicólogo. O fato é que os telespectadores não quiseram acreditar que ela simplesmente ficou esperando o programa voltar ao ar.

Contudo, é exatamente isso que a Globo diz que ocorreu. De acordo com a emissora, ninguém conversou com a cantora durante o período em que ela ficou longe das câmeras.

Procurada pelo F5, a Globo não informou qual o motivo dos comerciais terem sido chamado naquele momento, ao contrário do que ocorreu em outras ocasiões. Porém, é possível que, com a audiência em alta e com fila de anunciantes, simplesmente tenha precisado fazer um intervalo a mais para encaixar as chamadas.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem