BBB21

BBB 21: Caio diz que quebrou ovo e colocou na cara de cão e é criticado por Luisa Mell

'É nojento ver como a violência contra vulneráveis é naturalizada', diz ativista

O participante Caio no BBB 21 - Globo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Uma fala do participante Caio Afiune tem repercutido mal fora do BBB 21. Na manhã desta terça-feira (9), o fazendeiro contou que já colocou um ovo fervendo na boca de um cão para fazer com que ele parasse com alguma mania. Porém, depois disse ser uma brincadeira.

“Tudo o que você imagina de trem que eu fiz para ele [cão] largar essa mania aí, eu já fiz. Já esquentei ovo, coloquei fervendo na boca do cachorro e fechei. Brincadeira, isso nunca tive coragem não”, disse o participante do reality da Globo.

No momento seguinte, ele disse que já quebrou ovo na cara de cão. E isso também chateou fãs do reality e defensores dos animais.

A equipe que cuida das redes sociais de Caio Afiune divulgou um comunicado no perfil oficial do participante no Instagram para defendê-lo de acusações, que circulam na internet. "Não existe nenhuma declaração de maus-tratos do Caio como tem sido espalhado nas redes sociais. O vídeo é um diálogo em que ele já esclarece que jamais agrediria um animal”, diz um trecho.

Em outro trecho do comunicado, a equipe afirma que está chateada com o modo como Caio tem sido tratado por quem não viu o vídeo inteiro. "De forma isolada, as interpretações ferem a conduta e o caráter do Caio e ficamos tristes com a proporção que isso ganhou, já que se trata de uma notícia intencionalmente editada. As conversas e julgamentos publicados nesta terça são inverdades e esperamos que o vídeo completo esclareça essa situação."

A ativista da causa animal Luisa Mell se pronunciou sobre o caso e destacou como “nojento” o ato. “É nojento ver como a violência contra vulneráveis é naturalizada e vira piada na boca das pessoas. Se ele queria aparecer, então aí está: crueldade contra animais é prática vedada pela constituição, logo, crime’, disse ela pelas redes sociais.

Ela continuou: “Crueldade contra cães não é normal nem nunca será. Independente do motivo. Alguém brincaria no BBB dizendo que estuprou alguém? Dizendo que enfiou um ovo fervendo na boca de uma criança para ela aprender algo? Para mim parece que ele falou e depois se lembrou das milhões de pessoas neste país que amam cachorro e tentou mudar”, comentou a ativista.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem