BBB20

BBB 20: Após saberem de coronavírus, brothers pedem que familiares se cuidem

'É muito estranho estar tão alheio ao que está acontecendo no Brasil e no mundo', diz Marcela

Pyong, ao lado de Daniel e Ivy, chora ao ver imagem do filho pela primeira vez
Pyong, ao lado de Daniel e Ivy, chora ao ver imagem do filho pela primeira vez - Globo
São Paulo

Na noite desta segunda-feira (16), os brothers do Big Brother Brasil 20, que estão confinados dentro de uma casa, foram informados sobre a pandemia de coronavírus que avança no Brasil e no mundo.

Depois de conversarem muito sobre o tema e se emocionarem, na manhã desta terça-feira (17) todos eles usaram o momento do Raio-X para pedir que os familiares e espectadores se atentassem às recomendações de controle do coronavírus, reforçando a necessidade de lavar as mãos com frequência e, sempre que possível, permanecer em casa.

"Ficamos sabendo da notícia do vírus que está acontecendo aí fora. Peço a todo mundo conscientização", disse Felipe Prior. Thelma também lamentou: "Fiquei muito chateada e preocupada com a notícia que recebemos ontem. Sigam as orientações dos profissionais de saúde, lavem as mãos, fiquem em casa".

"Levem a sério esse assunto, tomem para vocês a responsabilidade de cuidar dos seus familiares, amigos, familiares dos amigos, do país em geral, para que a gente possa ter controle desta situação", afirmou Flayslane.

Daniel ainda disse que a situação pode parecer muito grade, mas que acha que estão tomando as precauções antes, "para não acontecer o pior depois."

"Quando acho que estou entendendo e mantendo uma linha de raciocínio, uma coerência, vem o jogo e faz 'pá' na minha cara", acrescentou Manu. "É muito estranho estar tão alheio ao que está acontecendo no Brasil e no mundo. Evitem ir a hospital, só quando for realmente necessário, porque é um lugar de grande contaminação", alertou Marcela.​

Na noite desta terça, um deles voltará para o "mundo externo" após a eliminação desta semana. Estão emparedados Babu, Rafa Kalimann e Pyong. Eles ficaram sabendo que os paredões não terão plateia nem a presença de familiares pelas próximas duas semanas.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem