BBB19

BBB 19: Polícia arquiva inquérito de estupro contra Vanderson

Demais investigações seguem em andamento no Acre

Vanderson corta temperos na casa do BBB
Vanderson corta temperos na casa do BBB - TV Globo/Divulgação

Felipe Pinheiro
São Paulo

Desclassificado do BBB 19 nesta semana após ser intimado a depor, Vanderson Brito prestou esclarecimentos na quinta-feira (25) em Rio Branco, no Acre, sobre as acusações de importunação sexual, estupro e violência doméstica.

A delegada Juliana de Angelis Carvalho, titular Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) do Acre, confirmou que interrogou o ex-BBB. 

Segundo ela, o caso de estupro foi arquivado. "O inquérito foi arquivado por decadência, ou seja, tendo em vista que a representação foi feita após o prazo de seis meses", informou. "Não há que se falar em falta de provas como motivo", disse. O caso do suposto estupro teria ocorrido em 2016 quando, segundo a legislação da época, o prazo para que a vítima fizesse a denúncia era de até seis meses. 

Os demais inquéritos policiais, acrescentou a delegada, seguem em andamento.

Ela informou que a investigação sobre importunação sexual será encaminhada ao juizado especial criminal. Sobre o caso de estupro, que foi arquivado, Angelis de Carvalho disse que "em tese, o fato iniciou-se como consensual, mas seguida pela realização de algumas práticas que a mulher não quis". 

O acreano, em sua conta do Instagram, fez um breve comentário sobre a notícia do arquivamento do caso: "Continuo pedindo que espalhem amor e menos rancor! A verdade é uma só". 

Vanderson foi intimado a depor na Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) de Jacarepaguá, no Rio, após as acusações de agressões.

Após deixar os Estúdios Globo, onde fica a casa do "BBB", o biólogo voltou para sua terra natal, onde se apresentou na delegacia. O acreano se defendeu publicamente das acusações por meio de um vídeo divulgado em suas redes sociais. 

"Pessoal, queria muito agradecer todo mundo que estava comigo, tentou me ouvir. Sei que rolaram umas histórias estranhas, mas isso é bobagem, né? Cada um fala o que quer. Só existe uma verdade na vida. As verdades surgirão", disse ele. 

No início de janeiro, na semana anterior à estreia do "BBB", Maíra Menezes, que foi namorada de Vanderson, acusou o participante de agressão física e psicológica. O fato teria ocorrido 10 anos atrás. 

O advogado de Vanderson, Roberto Almeida, informou que Maíra não é uma das três mulheres que fizeram os boletins contra o biólogo. Ele reconhece, entretanto, que a acusação dela feita em uma rede social pode ter motivado os depoimentos posteriores de supostas vítimas.

UOL
Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem