Televisão

Público pede cancelamento de reality que expõe pessoas nuas na TV

Naked Attraction faz competidores escolherem parceiro pelo corpo

Naked Attraction Itália - Reprodução
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Os espectadores do reality de relacionamento Naked Attraction pediram pelo cancelamento do programa, que está no ar desde 2016, segundo o The Sun. "Por que diabos a Naked Attraction é algo? Honestamente, sou do movimento sex-positive, mas alguém precisa cancelar essa merda", escreveu um homem.

O reality possui cenas chocantes, segundo os telespectadores. Dentre os episódios é possível ver homens brincando piercings em lugares íntimos, se gabando de suas habilidades de sexo oral e até mesmo uma mulher lambendo o creme de um parceiro em potencial e um casal transando em um hotel econômico.

"Esses programas e similares deveriam ser retirados do ar", disse outro espectador. "Ainda não consigo acreditar que Naked Attraction foi renovada!", completou um terceiro. O programa é um dos que possui maior visibilidade no canal Channel 4, e consiste nos competidores escolherem seus parceiros com base em seus corpos nus.

Ao contrário da maioria dos programas de namoro, os participantes são revelados dos pés para cima, então suas partes íntimas são exibidas antes de seu rosto. A apresentadora Anna Richardson, 50, explicou: "Todo mundo sabe que aqui na Naked Attraction nós não gostamos de rodeios."

"Temos retirado as roupas e os filtros há alguns anos. Começamos cada encontro onde normalmente termina, se você tiver sorte". Um dos episódios mais recentes relembrou momentos icônicos do programa, que chegaram até a formar casais.

"Tivemos alguns momentos seriamente de tirar o fôlego, então pensamos ser hora de vasculhar nossos arquivos menores e celebrar nossas melhores partes impertinentes", continuou Richardson. "Este programa é sobre os momentos em que os catadores acertaram na mosca. Sim, essas são as histórias de sucesso que levaram a relacionamentos e até mesmo a transas áridas."

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem