Televisão

Reginaldo Leme assina com Band e estreia domingo como comentarista da Stock Car

Após deixar Globo, jornalista comandava seu próprio canal no YouTube

O comentarista Reginaldo Leme durante o Grande Premio Brasil de Formula 1, realizado no Autódromo de Interlagos - Greg Salibian/Folhapress
São Paulo

O comentarista de automobilismo Reginaldo Leme, 75, é o mais novo contratado da Band. Ele assinou contrato na tarde desta quarta-feira (9) e já se prepara para fazer a sua estreia no próximo domingo (13).

Sua função será comentar as corridas da Stock Car, já que a Band adquiriu por cinco anos os direitos de transmissão desse torneio. No domingo, a Band vai levar ao ar a grande final da temporada 2020 direto do Autódromo de Interlagos.

“O automobilismo é onde eu quero estar. Conheço a Stock Car desde o seu primeiro ano, em 1979, e é o ambiente em que eu mais gosto de trabalhar na minha vida. Vamos fazer a decisão do campeonato, envolvendo 11 pilotos, o que é uma raridade. Com certeza, essa final vai atrair a atenção do mundo inteiro”, comemora Leme.

Além dos comentários, Leme fará participações em programas do canal como o Show do Esporte, comandado aos domingos por Glenda Kozlowski e Elia Júnior, e no canal BandSports. “Vou estar onde o peso da longevidade da minha carreira possa ter um significado que favoreça este novo produto da Band”, comenta.

Em sua trajetória, Reginaldo Leme já cobriu como repórter duas Olimpíadas e três Copas do Mundo, mas com a ascensão dos pilotos brasileiros na Fórmula 1, passou a se dedicar ao automobilismo e não parou mais.

Ao todo, foram mais de 700 corridas, oito conquistas de títulos mundiais e 101 vitórias de pilotos brasileiros. Na Globo, ficou conhecido por fazer dupla com Galvão Bueno ao transmitir, principalmente, a Fórmula 1.

Após sair da Globo, em novembro de 2019, onde permaneceu por mais de 40 anos, Leme comandava seu próprio canal no YouTube, o “AutoMotor por Reginaldo Leme”, e trabalhou em um aplicativo para celulares com o mesmo nome.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem