Televisão

Brasileira vai ao paredão do Big Brother Portugal por se recusar a votar em mulheres

Ana Catharina afrontou a produção do programa por nova regra

Brasileira Ana Catharina no Big Brother Portugal
Brasileira Ana Catharina no Big Brother Portugal - Reprodução/ TVI
São Paulo

Mais uma polêmica atingiu o Big Brother Portugal na noite deste domingo (8), e dessa vez a protagonista do impasse foi uma brasileira. A instrutora de ioga Ana Catharina, 29, se recusou a votar nas mulheres do programa e acabou sendo colocada diretamente no paredão. “Prefiro sair”, chegou a dizer ela.

Essa não é a primeira polêmica da atual edição, que deixou na mão do público a decisão de eliminar ou não o participante Hélder, após ter feito comentários homofóbicos dirigidos a Edmar, um dos companheiros de confinamento. Hélder, no entanto, não foi eliminado na ocasião, mas sim Edmar, que estava no paredão.

Dessa vez, a produção impôs a regra, durante a semana passada, de que os homens estariam imunizados, deixando apenas as mulheres como opção de voto. Ana Catharina, no entanto, não gostou, disse que não concordava, e que não votaria nas colegas de confinamento.

“Eu não vou nomear nenhuma mulher”, afirmou ela, que foi lembrada pelo apresentador de que concordou com as regras ao entrar no programa. “Mas eu tenho alternativa, se não fosse a regra do Big Brother, eu teria homens para nomear (...) Eu não vou votar em nenhuma mulher, eu prefiro sair”, disse.

A produção então decidiu por colocar Ana Catharina no paredão e agora ficará nas mãos do público se ela permanecerá ou não no programa. Ex-namorada do modelo Jesus Luz, 33, que é ex também da cantora Madonna, 61, Ana Catharina, já tinha mostrado um cartaz com a frase “Fora Bolsonaro”, no reality.

“Os meus princípios são muito fortes. Eu já deixei seis faculdades, já deixei meu país, já sai de casa, então eu sigo minha vida pelo que está dentro do meu coração. Eu acredito que as pessoas que me deixaram aqui não esperariam outra coisa de mim, a não ser esse tipo de postura”, explicou ela após a votação.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem