Televisão

Após polêmica, GloboNews escala profissionais negros para debater racismo no Em Pauta

Programa foi criticado na terça por só ter profissionais brancos discutindo o tema

Heraldo Pereira comanda Em Pauta com as jornalistas Maria Júlia Coutinho, Zileide Silva,  Aline Midlej, Flávia Oliveira e Lilian Ribeiro
Heraldo Pereira comanda o programa Em Pauta com as jornalistas Maria Júlia Coutinho, Zileide Silva, Aline Midlej, Flávia Oliveira e Lilian Ribeiro - Reprodução/Twitter
São Paulo

Após o programa Em Pauta, da GloboNews de terça-feira (2), ser alvo de críticas nas redes sociais por só ter jornalistas e comentaristas brancos falando sobre racismo, a atração desta quarta-feira (3) contou com um time de profissionais negros para debater o assunto.

O apresentador Marcelo Cosme começou o Em Pauta dizendo que eles entenderam o recado dos internautas e, por isso, convidaram um time de profissionais negros para "discutir um tema, que eles conhecem muito bem porque o enfrentam em suas vidas".

O jornalista Heraldo Pereira assumiu o comando do programa, que contou com a participação de cinco jornalistas negras: Maria Júlia Coutinho, Zileide Silva, Aline Midlej, Flávia Oliveira e Lilian Ribeiro. Além disso, Zileide Silva e Flávia Oliveira foram anunciadas como as novas comentaristas fixas do Em Pauta.

Em ambos os dias, o programa abordou a onda de protestos contra o racismo que acontece nos Estados Unidos depois da morte de George Floyd, sufocado por um policial branco em Minneápolis. No início do Em Pauta, as jornalistas relataram experiências de racismo sofridas por elas ao longo de suas vidas.

Nas redes sociais, a atitude da GloboNews foi elogiada pelos internautas. "Após críticas vindas do Twitter, por debater racismo com um monte de jornalistas brancos, a GloboNews se retratou escalando esse elenco preto maravilhoso no Em Pauta. Emocionada estou!", escreveu uma telespectadora na rede social.

Outro internauta comentou que a edição do Em Pauta desta quarta (3) é histórica: "Momento histórico na GloboNews: só profissionais pretos na tela, analisando os protestos antirracistas nos EUA. Uma cena para emoldurar! E para nos lembrar que, sim, um mundo diferente é possível! Só basta a gente lutar."

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem