Televisão

Em 'Bom Sucesso', Diogo é pego com amante e acaba expulso de casa: 'Primeiro grande tombo'

Vilão ainda ouvirá da amada Nana que ela gosta de outro homem

Eugênia (Helena Fernandes) flagra Diogo (Armando Babaioff) com Jeniffer (Nathalia Altenbernd)
Eugênia (Helena Fernandes) flagra Diogo (Armando Babaioff) com Jeniffer (Nathalia Altenbernd) - Victor Pollak/Globo
São Paulo

Na trama de “Bom Sucesso” (Globo), o vilão Diogo, interpretado por Armando Babaioff, está sempre por cima da carne seca. De todo jeito, ele arruma uma forma para se safar das encrencas e sabe como ninguém deixar qualquer um em maus lenções. A partir de agora, porém, será ele quem vai se dar mal.

Diogo será flagrado por Eugênia aos beijos com a amante Jeniffer (Nathalia Altenbernd). Apesar de tentar limpar a sua barra, essa situação chegará aos ouvidos da mulher dele, Nana (Fabiula Nascimento). As cenas devem ir ao ar no capítulo desta sexta-feira (15).

De acordo com o ator, Diogo fará de tudo para evitar que o flagra se espalhe. "Diogo é inconsequente e não pensa muito nos atos. Ele acaba ficando cego achando que pode tudo. E tem um agravante: esse cara tem simpatia pelo risco, pelo fato de estar sempre a um passo de ser pego. Isso o excita", comenta Babaioff.

Mas, segundo o intérprete do vilão, começará uma leve derrocada do personagem. “É o começo do tombo, na verdade, o primeiro grande tombo dele”, afirma Babaioff.

Apesar das tentativas de abafar o caso, Eugênia vai fazer com que ele conte a verdade para a esposa, e será isso que ele fará. Nana entrará em choque e vai expulsá-lo da mansão. Ela está grávida, mas ainda não se sabe se o filho é de Diogo ou de Mario (Lucio Mauro Filho).

"Sim, ele será convidado a se retirar da casa até mesmo para que, num primeiro momento, ela repense essa relação. Algo se quebrou nesse relacionamento entre Diogo e Nana. Com isso, ele irá direto para a casa da Gisele, mesmo ela não querendo”, revela Babaioff, a respeito da personagem de Sheron Menezzes, que também é amante dele na trama.

Só que vilão que é vilão tem sempre uma carta na manga. E a carta que será usada por Diogo é a de forjar, com ajuda da própria Gisele, uma sessão de terapia de casal para fazer com Nana. A ideia, nesse caso, será enrolar a moça e fazer com que essa falsa consulta mude a ideia de separação da esposa.

Diogo tem medo absoluto de voltar a ser pobre, como já foi um dia, e perto da editora Prado Monteiro, ele tem chance de ganhar mais grana. "É mais uma das soluções ‘Dioguescas’ que ele arruma. Mas a preocupação acaba virando outra, já que ele não pode controlar o que a esposa fala. Será interessante”, adianta o ator.

O maquiavélico Diogo também jogará na cara dela a vez em que descobriu que ela se envolveu com Mario. Mas, não bastasse o flagra, a expulsão e o primeiro tombo, Diogo ainda receberá mais um balde de água gelada na cabeça ao descobrir que Nana está gostando de Mario, de verdade.

Para Babaioff, a partir desse momento, o mais sanguinário Diogo pode aparecer na novela. "O sentimento dele é um só: sé pensa nele. Justo por isso, qualquer coisa que apareça na frente dele para atrapalhar seus objetivos... Nós já vimos como ele age. Já matou ‘acidentalmente’ o personagem de Jonas Bloch [Eric] e ‘acidentalmente’ matou o de Arthur Sales [Felipe]. Então, ele pode, sim, pensar em matar de novo”, revela o ator, sobre as possibilidades de vingança contra Nana e Mario a partir dessa revelação.

O ator afirma que “não imaginava que Diogo seria tão ruim". Babaioff aponta quais seriam os desfechos mais interessantes para ele. "Não sei se a morte é a melhor solução para o Diogo. Creio que ele deveria sofrer na pele um pouco todo o sufoco que causou nos outros. Queria vê-lo recebendo o troco", conclui.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Mais lidas