Televisão

Gabriella Mustafá diz que se inspira em Anitta pra fazer Nanda de Malhação: 'Muito segura'

Aos 21 anos, atriz está em seu terceiro trabalho na Globo

Gabriella Mustafá

Gabriella Mustafá Reprodução Instagram/gabimustafa

Cris Veronez
Rio de Janeiro

A disputa entre Nanda (Gabriella Mustafá) e Raíssa (Dora de Assis) rende cada vez mais confusões em “Malhação - Toda Forma de Amar” (Globo). Na trama, as adolescentes participam do reality musical Vai no Gás, apresentado por Sophia Abrahão, que vai eleger um talento da música brasileira. As jovens sonham virar cantoras funk. 

Apesar de não se identificar com a ambição exacerbada de Nanda, a atriz Gabriella Mustafá, 21, diz que a adolescente é autêntica e segura —o que considera positivo. Neste sentido, a atriz revela que se inspira em ninguém menos que a cantora Anitta, 26, para compor a personagem.

“Hoje vemos a Anitta com uma carreira internacional, buscando o espaço dela lá fora. Ela é muito segura, corre atrás. A Nanda tem essa característica que eu vi não só na Anitta, mas em várias outras meninas que eu sigo no Instagram e que são influenciadoras dentro das comunidades”, afirma. 

Nascida em Apucarana, no interior do Paraná, Mustafá conta que não tinha o costume de ouvir funk. Em suas playlists, o que imperava era o sertanejo. No entanto, desde que começou a interpretar Nanda, precisou expandir os horizontes musicais. 

Treinar o rebolado, segundo a atriz, foi uma tarefa prazerosa: “Sempre fui muito ligada a dança e é claro que sempre tem um truque. Temos a nossa professora de dança, que sempre passa as coreografias com a gente. Fico um pouco ansiosa, mas estou me divertindo”.

CLIMA QUENTE

O último desafio de Nanda e Raíssa foi cantar Noel Rosa em ritmo de funk, e Raíssa deixou a colega pra trás na competição, que estava até então empatada. Junto com Cee Jay ela cantou “Com que roupa eu vou?” e, apesar do tombo que tomou no palco, levantou levantou a cabeça e foi no gás, o que não deixou a concorrente feliz.

Mustafá analisa esse comportamento da personagem como tóxico e diz que jamais conseguiria ser amiga de uma pessoa “sincerona” e invejosa como ela. “Acho que existem relacionamentos abusivos tanto no âmbito da amizade como dos namoros e de outros relacionamentos. Tudo o que faz mal e que não traz paz para o coração, não faz sentido. Eu jamais conseguiria viver com uma amizade como a da Nanda”, analisa.

Assumidamente sensível desde criança, Mustafá diz que sempre teve noção do que é uma relação tóxica. “Quando você tem essa sensibilidade, você procura se questionar mais e ver o que te faz bem de verdade. Sempre busquei ser aquilo que eu quero, e pessoas tóxicas não fazem parte da minha jornada, não têm que estar comigo nesse caminho.”

“Malhação” é o terceiro trabalho de Gabriella Mustafá na Globo. Em 2017, ela viveu Zana na primeira fase da minissérie “Dois Irmãos”. No mesmo ano, interpretou a jovem Melissa em “O Outro Lado do Paraíso”.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem