Televisão

Bruno De Luca diz que fazer 'Vai Pra Onde?' o distancia de ter uma família e filhos

Paralelamente, ator desenvolve documentário sobre Ronaldo Fenômeno

Bruno De Luca

Bruno De Luca Instagram/brunodeluca

Marcela Paes
São Paulo

Bruno De Luca não tem namorada. Aos 37 anos, o apresentador passa em média seis meses do ano fora de sua casa, no Rio de Janeiro. Para ele, esse é o entrave que o impede de iniciar um romance de longo prazo. 

“Minha mãe está com meu pai, minha irmã com o marido dela, meu irmão com a mulher e eu sempre sozinho. Na verdade, eu estou com o Bart, meu cachorro. Às vezes, eu sinto falta de ter uma família, talvez de ter filhos. Todos os meus amigos já têm. Precisaria arrumar uma mulher não rotineira, que goste de viajar", diz Luca. 

Mesmo assim, o sacrifício de passar boa parte do ano viajando, em sua opinião, vale a pena. Todos os lugares explorados por De Luca, desde 2007, deram origem a 12 temporadas do programa "Vai Pra Onde?", em que ele explora cidades do mundo, entrevista locais, comenta curiosidades, dá dicas de hospedagem  e “vai para night”, como costuma se referir, em puro carioquês, aos passeios noturnos a bares e boates.

"Tem 22 minutos de programa diurnos, mas o pessoal só se lembra da night [risos], diz De Luca, que estreou no canal a cabo Multishow mais uma temporada da atração. Dessa vez, no Japão. Bruno e uma equipe enxuta (câmera, diretor e produção) passaram um mês no país e visitaram Tóquio, Quioto, Osaka e Kobe. 

"Pouca gente fala inglês lá, mas eles são muito educados, fazem esforço para te entender e te ajudar. São muito, muito educados. Você não vê um só papelzinho jogado no chão", diz o ator, que recentemente participou do SuperChef Celebridades, quadro de Ana Maria Braga no Mais Você

Ele também ficou impressionado com a proibição do fumo nas ruas. Lá existem áreas delimitadas para fumantes e quase ninguém desrespeita a regra. “Achei maravilhoso isso. Quer fumar, ok. Mas sem atrapalhar os outros. Um respeito pelo próximo que é o mínimo."

Nem tudo são flores durante as viagens do apresentador. Dentre todos os lugares que visitou ele relembra a temporada feita no leste europeu como a mais difícil do programa. “Todos os lugares que a gente vai, levamos algum esporro, porque muita gente não quer aparecer. Mas lá [leste europeu] algumas pessoas eram agressivas, estava muito muito frio e só estávamos eu e o diretor. No fim deu certo."

Bruno De Luca costuma estudar a história e as culturas locais antes de chegar aos países que mostra na atração. Para isso, conta com a ajuda do professor de história que lhe dava aulas no ensino médio. Já dentro da cidade visitada, costuma convidar um local ou brasileiro que more por lá há bastante tempo para ajudá-lo a entender alguns costumes e levá-lo a lugares menos turísticos.

Em Tóquio, o convidado da vez foi Sochiro, um japonês de 19 anos que tem adoração pelo Brasil e costuma fazer vídeos em português em suas redes sociais. "Foi uma indicação que os fãs fizeram pelo Instagram. Ele foi demais, uma das melhores pessoas que conheci lá”. Todo “rolé” pelo país –que inclui visitas a karaokês, degustação de guloseimas e iguarias caras como o kobe beef, e, claro, visitas aos principais lugares turísticos– vai ser exibido em oito episódios.

Além da próxima temporada do "Vai Pra Onde?", que provavelmente seguirá na Ásia, ainda sem local definido (“quero muito que seja na Coreia do Sul”), Luca está montando um documentário sobre a vida fora dos campos de Ronaldo Fenômeno. Os dois são sócios na Beyond Films, produtora que também é responsável pelo “Vai Pra Onde?”. 

"Nós vimos que muita gente não conhece o que ele está fazendo agora, seus projetos. Estamos fazendo esse doc/reality que mostra isso. Como o Ronaldo não gosta de abrir muito a vida dele para desconhecidos, eu estou dirigindo porque nós somos amigos há bastante tempo”, diz Luca.

Outros projetos tocados por Bruno De Luca são um reality ancorado pela modelo Isabeli Fontana, em que ela mostra a geração de modelos brasileiras que explodiram no exterior no início dos anos 2000 e agora estão se reinventando, e uma temporada especial do “Vai Pra Onde?” versão canina, em que o ator viaja com seu cachorro Bart pelo Brasil.

"Tem muita gente que pensa que meu trabalho não é sério, que eu só viajo. Meus pais também pensavam isso, até que eles foram comigo para uma gravação na África do Sul e não aguentavam. Queriam ir embora. Não tem hora para comer, para dormir. Existe essa ilusão tipo a nave da Xuxa, que eu vivo na farra, e isso está longe de ser verdade [risos]."

Vai Pra Onde? (Japão) - 12ª Temporada

  • Quando Quartas, às 18h
  • Onde Multishow
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias