Televisão

Família cobra R$ 4 mi da Globo e de Regina Casé por participação do filho com câncer no Esquenta!

Pais afirmam que não autorizaram entrevista do menino ao programa

Regina Casé é processada por pais de menino que alegam não ter autorizado entrevista do menino ao programa 'Esquenta'
Regina Casé é processada por pais de menino que afirmam não ter autorizado entrevista do filho ao programa 'Esquenta!' - Gabo Morales - 23.mai.18/Folhapress
Karina Matias
São Paulo

A Globo e a apresentadora Regina Casé, 64, estão sendo processadas pelos pais de um menino, que participou do programa Esquenta!, em 2015. Na ação, eles afirmam que não autorizaram a entrevista do filho, na época com oito anos e em estágio terminal de câncer no cérebro, à atração.

O casal cobra da emissora e da artista indenização de R$ 4 milhões, sendo R$ 1,5 milhão referentes a danos morais e R$ 2,44 milhões de danos materiais por uso indevido da imagem da criança. 

O menino morreu cinco dias após a primeira exibição da sua participação no programa, que aconteceu em 1º de novembro de 2015. Depois disso, a entrevista foi reprisada em outros dois momentos, no mesmo ano. 

Segundo o advogado Alexandre Damaceno, que representa os pais, a Globo afirma ter o documento em que a família autoriza a participação do menino no Esquenta!, mas até agora não o apresentou à Justiça. "De fato, não haverá apresentação de tal documento, uma vez que meus clientes asseguram que não fizeram nenhuma autorização", diz.

O processo tramita na 1ª Vara Cível de Campinas, no interior de São Paulo, onde mora a família do menino. A próxima audiência está marcada para o dia 20 de setembro, no Rio de Janeiro. 

Os pais do menino estiveram com Regina Casé no programa especial de fim de ano, do dia 27 de dezembro de 2015. Mas, de acordo com Damaceno, também não concederam nesta data autorização para a veiculação da entrevista do filho. O advogado acredita que a decisão da justiça será favorável à família.

A Globo informou que não se manifesta sobre processos em andamento.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias