Televisão

IZA diz que comandar Música Boa fortalece a representatividade: 'Nosso lugar é onde queremos estar'

'Hoje o meu maior desafio é não me emocionar no palco', diz cantora sobre estreia

IZA canta com Thiaguinho no palco do Música Boa Ao Vivo
IZA canta com Thiaguinho no palco do Música Boa Ao Vivo - Gianne Carvalho/Divulgação/Multishow

Cris Veronez
Rio de Janeiro

Há poucas horas de estrear como apresentadora do Música Boa ao Vivo (Multishow), IZA afirmou que não imaginava que cantaria ao lado de Maria Rita, Thiaguinho e Zeca Pagodinho tão cedo em sua carreira. "Hoje o meu maior desafio é não me emocionar no palco e fingir costume perto deles", disse a cantora, já com a voz embargada. 

Aos 27 anos, ela diz que poder cantar olho no olho com eles e com outras artistas é um presente muito grande. "Não achei que esses encontros fossem acontecer agora." 

A dona do hit Pesadão assume o comando da quinta temporada do programa, que vai ar às terças-feiras, às 20h30. A cada episódio, haverá grandes nomes da música em shows inéditos, com músicas próprias e de outros artistas. IZA, que apresentou dois episódios do TVZ, da mesma emissora, afirmou que não tem medo de ser comparada a antigos apresentadores do Música Boa ao Vivo, como Anitta, por exemplo.

"Acho que a mídia já tende a comparar o tempo inteiro, principalmente no caso de mulheres. E isso é um saco. Tanto para mim como para qualquer outra cantora. A gente se respeita e se admira. Estamos muito mais preocupadas com o nosso trabalho e em abrir portas para outras meninas que com o que vão falar de nós."

O cantor Thiaguinho, que agora é convidado da atração, foi apresentador das duas primeiras temporadas (2014-2015). "Falei para ele: irmão, você me ajuda pelo amor de Deus. Aí ele me disse para ficar tranquila e que isso aqui é para eu me divertir."

Nascida e criada em Olaria, no subúrbio carioca, IZA estourou em 2016, e garante que tem se dedicado muito ao trabalho. Ela atribui o sucesso atual ao seu grande esforço. "Tenho trabalhado tanto. Por mais que tenha dois anos de estrada, é tanta dedicação... Passei por muita coisa para realmente poder me dedicar 100% à música."

Feliz com a oportunidade de poder explorar sua faceta de apresentadora, a artista acredita que comandar um programa de televisão vai ajudar a encontrar novos lares e a trocar ideia com outras pessoas. Para IZA, o programa fortalece a representatividade, já que ela é a primeira mulher negra a apresentá-lo.

"Quando era mais nova, eu não me via na TV, nos brinquedos que eu comprava, nos desenhos animados, e em lugar quase nenhum. Achava que tinha algo errado comigo ou que aquele lugar não era para mim. [...] A partir do momento que tem uma menina negra de Olaria apresentando algo em um canal de muita audiência, vários meninos e meninas vão se sentir representados e entender que nosso lugar é onde queremos estar."

Apesar de ter uma carreira ainda relativamente curta, a cantora não tem dúvidas de que a música é realmente a sua maior paixão. "Sonho em poder cantar para o resto da minha vida. Tenho que me cuidar. A gente dorme pouco, come pouco... É complicado. Sonho vencer todas essas adversidades e poder cantar até meu corpo não aguentar mais."

Questionada sobre o patamar ao qual deseja chegar um dia, IZA diz que prefere dar um passo de cada vez, e que a próxima etapa vai ser viajar o país divulgando seu álbum, "Dona de Mim", lançado em abril deste ano. "Como o Zeca Pagodinho diz, estou deixando a vida me levar."

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem