Televisão

Carla Vilhena deixa a Globo para cuidar de site pessoal

Carla Vilhena na pré-estreia, em São Paulo, do filme 'Policia Federal - A lei e para todos', em 2017
Carla Vilhena na pré-estreia, em São Paulo, do filme 'Policia Federal - A lei e para todos', em 2017 - Ze Carlos Barretta/Folhapress

São Paulo

A jornalista Carla Vilhena, 50, anunciou que está deixando a Globo, onde era repórter do "Fantástico" e uma das apresentadoras do "Jornal Nacional", nesta sexta (12).

Vilhena trabalhava na Globo há 34 anos e deixa a emissora para se dedicar ao seu site pessoal.

"Por isso este e-mail, que não é uma despedida, já que continuarei pertinho de vocês, nesse mundo tornado ervilha pela internet. Meu projeto pessoal precisa ampliar fronteiras e, enquanto for vinculada ao jornalismo, estarei impossibilitada de fazer isso", escreveu a jornalista em e-mail de despedida enviado a colegas e divulgado em seu site.

De acordo com o texto, Vilhena vai tirar férias acumuladas para "para descansar e dar esses primeiros passos na nova estrada" até o fim do seu contrato, que se encerra no dia 30 de abril.

Na Globo, a jornalista, que também teve passagens pela Band e pela TV Manchete, foi apresentadora do "Jornal Hoje" e do "São Paulo Já" (atual "SPTV 1ª Edição"), além de feito reportagens e coberturas especiais como o atentado terroristas de 11 de setembro e os 450 anos da cidade de São Paulo. 

Vilhena não respondeu ao pedido de entrevista do "F5". Procurada, a assessoria da Globo disse ainda não ter informações sobre a saída da jornalista.

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem