Publicidade

Atriz de 'A Regra do Jogo' usa experiência como ex-dançarina do DJ Malboro para viver funkeira

29/08/2015 - 11h18

Publicidade

LOUISE SOARES
COLABORAÇÃO PARA O "F5", DO RIO

Em "A Regra do Jogo", a chegada de Andressa Turbinada (Thaissa Carvalho) vai mexer com a já complicada vida amorosa de Mc Merlô (Juliano Cazarré).

Já dividido entre suas "concubinas" Alisson (Letícia Lima) e Ninfa (Roberta Rodrigues), o funkeiro vai ter um revival com Andressa, com quem teve um envolvimento no passado. Com um visual inspirado em cantoras internacionais como Iggy Azelea e Nicki Minaj, Andressa Turbinada vai somar mais ambição ao trio de Merlô.

"Eles já tiveram um caso e cantaram juntos, mas ela teve uma oportunidade e cresceu. Eles vão voltar e eles vão armar umas coisas, como um vídeo íntimo vazado na internet ou um casamento 'fake' para chamar a atenção", adianta Thaissa em entrevista ao "F5".

Bruno Poletti/Folhapress
A atriz Thaissa Carvalho
A atriz Thaissa Carvalho

Ao contrário de sua personagem, Thaissa prefere discrição aos holofotes. A atriz, que até hoje mora no bairro onde cresceu, na zona norte do Rio de Janeiro, não acredita na fama vazia, sem mérito, e prefere que o sucesso venha como recompensa por um trabalho bem feito.

"Fama por fama dever ser muito vazio. Imagina, todo dia ter que inventar uma coisa, deve ser muito cansativo sustentar isso. Eu não consigo entrar nesse mundo. Sendo uma consequência de um trabalho público, acho que você tem que suportar, se não é muito vazio", opina.

Como preparação para o papel, Thaissa Carvalho fez aulas de canto e dança e buscou inspiração em Anitta e Valesca Popozuda para criar sua Andressa Turbinada. Outra referência foi a sua própria experiência como dançarina de funk do DJ Malboro, quando tinha 17 anos.

"Eu peguei um momento em que o funk teve o lançamento, estourou, depois ficou com muito preconceito por causa do proibidão e das letras marginalizadas. O Malboro trouxe de novo o movimento da letra cantada, mais suave e a coreografia. Foi uma época meio lambaeróbica do funk. Hoje tá mais pop, mais balada. O funk vai evoluindo com as modas"

  • Últimas notícias 
  •  

Publicidade

Publicidade

gostou? leia também

  •  

Publicidade

Siga agora o F5 no Twitter

Livraria da Folha