Publicidade

Por questões políticas, Venezuela nega visto para Globo gravar nova novela das 21h no país

08/04/2014 - 16h37

Publicidade

DE SÃO PAULO

Atualizado às 18h27.

A Globo teve negado vistos para realizar gravações da sua próxima novela das 21h, "Falso Brilhante", na Venezuela.

De autoria de Aguinaldo Silva, o folhetim substituirá "Em Família" no principal horário da teledramaturgia do canal, a partir de 28 de julho.

A emissora gravaria no país cenas da primeira fase da trama, ambientada nos anos 1980, no Monte Roraima, montanha localizada na tríplice fronteira entre Brasil, Venezuela e Guiana.

"Falso Brilhante" usaria como locação o lado venezuelano do monte, que fica no Parque Nacional Canaima.

Segundo o jornal venezuelano "El Universal", um grupo de executivos da Globo recorreu há meses a várias organizações governamentais venezuelanas —entre elas o consulado da Venezuela, no Rio, o Instituto Nacional de Parques e até o Centro Nacional Autônomo de Cinema— para solicitar as permissões necessárias.

A reportagem ainda afirma que, depois de escolher as locações na Venezuela, e muitos meses de espera, o canal brasileiro não conseguiu tramitar os vistos para a equipe técnica e artística.

Fontes do periódico, que preferiram manter o anonimato por temer represálias, afirmam que a recusa dos vistos se deveu à exibição de recentes imagens dos protestos de estudantes e da sociedade civil e de reportagens sobre repressão de organismos policiais estatais da Venezuela em telejornais da Globo.

Ao portal "O Globo", o diretor de núcleo de "Falso Brilhante, Rogério Gomes, atribuiu a recusa a "questões diplomáticas e políticas".

"Faz parte. Mas vamos continuar usando o Monte Roraima, o lado brasileiro, sem precisar atravessar a fronteira. Usaremos imagens do arquivo da TV Globo, como as do "Globo Repórter". Haverá também gravações na Chapada Diamantina e em Carrancas, Minas Gerais", disse.

Procurada pelo "F5", a Globo se limitou a confirmar a não obtenção dos vistos.

"De fato, não obtivemos os vistos, mas isso não prejudicou a novela. Vamos usar imagens de arquivo, o que já estava previsto", informou a Central Globo de Comunicação.

A emissora não comentou possíveis questões políticas relacionadas ao veto.

"Falso Brilhante" será protagonizada por Alexandre Nero e Lília Cabral. Leandra Leal, José Mayer, Marina Ruy Barbosa, Caio Blat, Viviane Araújo, Cris Vianna e Andreia Horta, entre outros, também estão no elenco.

  • Últimas notícias 
  •  

Publicidade

Publicidade

gostou? leia também

  •  

Publicidade

Siga agora o F5 no Twitter

Livraria da Folha