Televisão

Paulo Henrique Amorim pagará R$ 30 mil por ofensa a apresentador da Globo

Paulo Henrique Amorim, da Record, terá de pagar uma indenização de R$ 30 mil por conta de ofensas proferidas em seu blog contra o colega Heraldo Pereira, da Globo.

Os dois apresentadores chegaram a um acordo na conciliação promovida pelo Tribunal de Justiça do Distrito Federal e acabaram com o imbróglio, que se arrastava desde 2010.

Pelo combinado, Paulo Henrique terá de publicar nos próximos dias uma nota de retratação nos jornais Folha de S.Paulo e "Correio Braziliense".

Ele também terá de fazer uma doação de R$ 30 mil a uma instituição de caridade indicada por Heraldo.

O pagamento será dividido em seis parcelas de R$ 5 mil e começa a ser pago no próximo dia 15.

Por fim, o apresentador do "Domingo Espetacular" terá de retirar a publicação de seu blog e publicar a mesma retratação dos jornais com destaque e por pelo menos 21 meses.

A audiência de conciliação ocorreu no último dia 15.

No texto publicado em seu blog, Paulo Henrique Amorim dizia que Heraldo Pereira fazia bico na Globo e era um "negro de alma branca", além de questionar sua ética e dizer que ele trabalhava para o então presidente do STF, Gilmar Mendes.

Crédito: Folhapress Os jornalistas Heraldo Pereira e Paulo Henrique Amorim
Os jornalistas Heraldo Pereira e Paulo Henrique Amorim


Leia a íntegra do texto que deverá ser publicado nos jornais:

"RETRATAÇÃO DE PAULO HENRIQUE AMORIM CONCERNENTE À AÇÃO 2010.01.1.043464-9, que reconhece Heraldo Pereira como jornalista de mérito e ético; que Heraldo Pereira nunca foi empregado de Gilmar Mendes; que apesar de convidado pelo Supremo Tribunal Federal, Heraldo Pereira não aceitou participar do Conselho Estratégico da TV Justiça; que, como repórter, Heraldo Pereira não é e nunca foi submisso a quaisquer autoridades; que o jornalista Heraldo Pereira não faz bico na Globo, mas é empregado de destaque da Rede Globo; que a expressão 'negro de alma branca' foi dita num momento de infelicidade, do qual se retrata, e não quis ofender a moral do jornalista Heraldo Pereira ou atingir a conotação de 'racismo'."

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias