Televisão

Não houve estupro no "BBB12" e Daniel é vítima de racismo, diz Boninho

No vídeo abaixo, o colunista Alberto Pereira Jr. comenta a primeira grande polêmica da nova edição do "Big Brother Brasil" (Globo), sobre um suposto caso de estupro dentro da casa. O caso envolve os participantes Daniel e Monique.

O colunista da "Zapping" ouviu o diretor do programa, José Bonifácio Brasil de Oliveira, o Boninho, que disse não ter considerado o caso um estupro, já que não era possível confirmar nem ao menos que os dois fizeram sexo.

Boninho disse ainda que a acusação é racista.

Na madrugada de sábado para domingo (15), o carioca Daniel e Monique dormiram na mesma cama e foi possível observar uma movimentação intensa do modelo enquanto a estudante pouco se mexia.

Com a hashtag #danielexpulso, centenas de pessoas pediam a saída do participante pelo Twitter, acusando o modelo de ter feito sexo com Monique enquanto ela dormia.

A produção do programa chegou a chamar Monique no confessionário para checar a história, mas ela não confirmou que fez sexo com Daniel, apesar de ter questionado em seguida o participante do programa sobre o que ocorreu na noite anterior.


Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias