Nerdices

Jovem americano vence Copa do Mundo de Fortnite e ganha R$ 11 milhões

Final da competição de eSport ocorreu em Nova York neste domingo (28)

O jovem americano Bugha com o troféu da final de Fortnite, em Nova York
O jovem americano Bugha com o troféu da final de Fortnite, em Nova York - Johannes Eisele/AFP
Beatriz Vilanova
São Paulo

O jovem norte-americano Kyle "Bugha" Giersdorf foi o grande vencedor do torneio solo da Copa do Mundo do jogo “Fortnite”. Após uma partida de cerca de quatro horas, ele recebe um prêmio de US$ 3 milhões (cerca de R$ 11,3 milhões). 

A final ocorreu na tarde deste domingo (28), em Nova York, reunindo jogadores de todo o mundo.

Ao todo, 40 milhões de players disputaram uma vaga na final, mas apenas 100 se classificaram. Dentre os competidores estavam seis brasileiros: Henrique "kurtz", Igor "drakoNz", Leonardo "leleo", Nicollas "Nicks", Pedro "Lasers" e Thiago "k1nG". Nenhum deles conseguiu ficar entre os 20 melhores.

Apesar da baixa colocação, Nicks foi um dos destaques. Com apenas 14 anos, o jovem foi o único brasileiro classificado tanto para o modo solo quanto para o modo duo da competição, que aconteceu neste sábado (27).

Só de participarem da final, os jogadores que não conseguiram o título já ganham US$ 50 mil (cerca de R$ 188,6 mil). Os 20 melhores ganham premiações maiores, de acordo com sua colocação.

No Brasil, a final teve uma fan fest dentro da Game XP,  evento realizado no Rio de Janeiro e que está em sua segunda edição solo. Online, as partidas foram transmitidas ao vivo nos canais oficiais de “Fortnite” na Twitch, YouTube, Twitter e Facebook.

Além do torneio solo, a Copa teve uma disputa duo. As 50 melhores duplas do mundo disputaram seis partidas, saindo vitoriosos os europeus Emil "Nyhrox" e David "aqua". Com 51 pontos, a dupla também ganhou US$ 3 milhões.

Nessa categoria, os brasileiros Pedro “pfzin” e Nicks terminaram em 47º lugar, seguidos de Caio “wisheydp” e Gustavo “Gustavox8”, que ficaram em 48º.

Uma das surpresas do torneio foi a ausência de Tyler "Ninja", o maior streamer de "Fortnite” em 2018, que não conseguiu se classificar. “Acabei de ter tido o pior desempenho de minha vida no Fortnite. Eu me senti totalmente deslocado e, sem a pump [espingarda tradicional que havia sido removida do jogo temporariamente] travei em aproximadamente cinco combates na etapa final do jogo, já que minha espingarda de combate não disparava quando eu saía do modo sombrio [basicamente uma invisibilidade]”, disse ele através de sua conta no Twitter.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias