Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Música

Vendedora de flores viraliza ao cantar Marília Mendonça e ganha 10 mil seguidores

Fã da cantora, Lorena Freitas sonha com carreira de cover

Lorena Freitas faz cover da cantora Marilia Mendonça - Instagram/lorenafreitasoficial
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Há menos de uma semana a vida de Lorena Freitas, 28, mudou completamente devido à sua voz e sua maior inspiração, a Rainha da Sofrência, Marília Mendonça (1995-2021). A vendedora de flores viralizou na web com um vídeo cantando o sucesso "De Quem É a Culpa?" (2017) em um bar da rua Alberto Cintra, em Belo Horizonte, onde já havia cantado outras vezes.

Lorena mora com a mãe e seus três filhos no bairro Jardim Vitória, na capital mineira. Trabalhando como auxiliar de um restaurante e vendedora de flores, ela sempre cantou as músicas de Marília, mas não esperava tamanha repercussão. "Agora eu estou famosa, mãe!", foi como ela comemorou quando o personal trainer Gustavo Freitas –que publicou o registro em seu TikTok– entrou em contato para avisar que a publicação já tinha mais de 600 mil visualizações.

Agora, ela está organizando seu tempo entre dar entrevistas e escrever respostas aos fãs da cantora sertaneja. Sua página no Instagram ganhou mais de 10 mil seguidores, apenas na última semana. "O público dela está me acolhendo. É como se Deus estivesse dando uma segunda chance para as pessoas escutarem a voz da Marília de novo, sem ser gravado", comentou ela, em entrevista pelo telefone ao F5.

A vendedora conta que era grande fã da artista, que já tinha chegado a escrever uma música para ela, e tinha até ingressos comprados para ir ao show da turnê "As Patroas", que Marília faria com Maiara e Maraisa. "Eu e uma amiga minha íamos nesse show", relembra. No entanto, as apresentações foram canceladas meses após a morte da cantora.

Lorena conta que sofreu com a perda de Marília, e que chegou a pensar em parar de cantar. "Eu não tinha mais nenhuma referência na música, nem como mostrar minhas músicas para ela", afirma. Porém, ela diz que decidiu continuar cantando após ser convidada para fazer três homenagens à cantora, na semana do acidente.

"Não é fácil representar a Marília, ela cantava com emoção. É difícil emocionar as pessoas cantando", completa. Porém, ao ver que o público se emocionava com suas interpretações, ela decidiu seguir cantando sucessos da artista e seu legado forte de "voz e carinho", como Lorena diz.

Para o futuro, a vendedora de flores não sabe se continuará trabalhando no restaurante. Ela comenta que desde que o vídeo viralizou, não teve tempo para voltar lá, devido às entrevistas e parcerias que está fechando. Lorena comenta que gostaria de seguir a carreira como cantora, mas "fazendo só homenagens para ela [Marília], quero ser contratada para isso".

Nesta terça-feira (5), a morte da cantora completa cinco meses. Marília foi uma das cinco vítimas de um acidente de avião que caiu numa serra em Piedade de Caratinga, a 309 quilômetros de Belo Horizonte, onde iria se apresentar em um show.

No último domingo (3), a eterna Rainha da Sofrência recebeu uma homenagem durante a 64ª edição do Grammy, que ocorreu em Los Angeles, nos Estados Unidos. A cantora apareceu no telão com os demais artistas e executivos da indústria que morreram nos últimos meses, como Taylor Hawkins, o bateirista do Foo Fighters, e Charlie Watts, dos Rolling Stones.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem