Música

Justiça anula condenação de Katy Perry por plágio em 'Dark Horse'

Corte de Los Angeles tinha determinado indenização de US$ 2,8 milhões

A cantora Katy Perry - AFP

A Justiça da Califórnia reverteu uma decisão de que Katy Perry deveria pagar US$ 2,8 milhões de indenização (cerca de R$ 14,3 milhões) por um suposto plágio na música "Dark Horse". A nova decisão desta terça-feira (17) diz que não há elementos que indiquem plágio.

Um juri de Los Angeles tinha decidido em 2019 que Katy Perry plagiou seu sucesso de 2013 "Dark Horse" de uma música rap cristã.

Durante o julgamento inicial, que durou uma semana, Perry foi ouvida como testemunha e garantiu que sua canção era original.

Os advogados de Gray tinham baseado sua alegação em um trecho instrumental de 16 segundos copiado de "Joyful Noise".

Em um momento irreverente do julgamento, Perry provocou risadas ao se dispor a cantar "ao vivo" quando o sistema de som do tribunal apresentou problemas.

"Dark Horse" é um dos principais sucessos da carreira de Perry, e chegou a liderar a Hot 100, principal parada da Billboard, por quatro semanas em 2014.

AFP
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem