Música

BTS e Green Day cancelam shows por conta de coronavírus

Grupos fariam apresentações na Ásia; datas ainda não foram remarcadas

Integrantes do grupo sul-coreano de k-pop BTS
Integrantes do grupo sul-coreano de k-pop BTS - Jimin (à esq. acima), J-Hope, V, Jin, Jungkook (à esq. abaixo), Suga e Rap Monster - Reprodução/Facebook/BTS
São Paulo

O grupo sul-coreano BTS informou nesta quinta-feira  (27) o cancelamento de quatro shows que aconteceriam em Seul, na Coréia do Sul, por conta do novo coronavírus.

Os shows aconteceriam em 11, 12, 18 e 19 de abril e não foram remarcados pela “segurança de centenas de milhares de pessoas”. Eles pediram desculpas aos fãs, mas disseram que é  “impossível prever a escala de contágio nas datas”.

O grupo de rock Green Day também cancelou shows que faria pela Asia por conta o vírus. As apresentações aconteceriam em Singapura, Bangkok, Manila, Taipei, Hong Kong, Seoul, Osaka e Tóquio. 

“Infelizmente, tomamos a difícil decisão de adiar nossos próximos shows na Ásia devido à saúde e preocupações de viagem com o coronavírus. Sabemos que é péssimo, pois estávamos ansiosos para ver todos vocês, mas esperem com seus ingressos, anunciaremos as novas datas muito em breve", diz uma declaração oficial do grupo.

Não se sabe se o Green Day manterá os shows na Europa, que começa com show em Moscou, em maio, e inclui paradas em Helsinque, Estocolmo, Berlim e Londres, antes de terminar em Dublin, em junho. Weezer, Fall Out Boy e Manic Street Preachers estão entre as bandas programadas para dividir o palco com os roqueiros.

A OMS trabalha com as autoridades chinesas e especialistas do mundo todo para saber mais sobre esse vírus, como ele afeta as pessoas, como deve ser o tratamento e o que os países podem fazer para responder a essa crise. 

Até o dia 27 de fevereiro, mais de 82 mil pessoas tiveram confirmação da infecção em diversos países e mais de 33 mil já se recuperaram. Pelo menos 2.800 pessoas morreram, cerca de 2.700 delas na China.  

O novo coronavírus é transmitido através de tosse e espirro, assim como outros vírus respiratórios. Segundo a OMS, a fonte primária do surto tem origem animal, e as autoridades de Wuhan disseram que o epicentro da epidemia era um mercado de peixes e animais vivos. Não se sabe qual bicho teria passado o vírus a humanos.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem