Música

Mariana Rios lança 1º EP e diz que 'aos 34, estou realizando tudo o que eu sempre sonhei'

Novo projeto acontece após hiato de dez anos do primeiro álbum

ALTA - Mariana Rios lança novo EP

Mariana Rios lança novo EP Divulgação

São Paulo

Mariana Rios, 34, é mais identificada por sua carreira como atriz, mas sua verdadeira paixão é cantar. “É o caminho que eu escolhi”, diz a artista em entrevista ao F5. "Eu sou atriz, apresentadora e cantora. Não deixo de ser nada desses três itens, mas a minha vida e paixão é a música. É o que eu faço desde que nasci, o que eu quero e torço para que dê certo."

Focada na carreira musical, ela lança nesta quarta-feira (6) seu primeiro EP, "Eu e Você", que contém quatro músicas de pop acústico. Foram dez anos de hiato de seu primeiro e único álbum, "Mariana Rios", que contém 15 músicas.

O EP, diz Rios, foi pensado para que tivesse "a sua cara". Ela assina apenas uma das canções, "Pedaços", mas fez uma curadoria para selecionar as outras três. Todas têm clipes já gravados (inclusive, no exterior), que serão lançados um a cada sexta-feira –com exceção do primeiro, que chega nesta quarta. "As músicas falam de amor, de alegria na relação, de busca. São leves e para cantar”, diz a artista.

Especificamente sobre a música que compôs, Mariana Rios afirma que se trata de "uma busca por um relacionamento que desgastou, que não funcionou" –o contrário das outras três canções. "Todo mundo passa pelas mesmas histórias nos relacionamentos, só muda de endereço. Todo mundo passa por desilusão, por um amor que acha que vai ser para sempre. Mas essa música não é autobiográfica, porque eu componho independentemente de sentimento."

Outra música, “Sem Roteiro”, é uma parceria dela com o cantor baiano Carlinhos Brown esperada há anos por Rios. O clipe, gravado no Studio Vip em São Paulo, traz a história de duas pessoas que se encontram, depois seguem caminhos diferentes, e voltam a se encontrar no final. "Estou na mesma energia que Brown neste momento. Admiro muito ele, é um ser humano há anos-luz na nossa frente."

O projeto do EP existe desde o início de 2019, apesar dele já ter sido pensado há pelo menos quatro anos, desde que Rios se mudou para São Paulo –ela residia no Rio de Janeiro desde os 18 anos, quando estreou em "Malhação", e durante dez anos ficou na Globo atuando em novelas, como "Araguaia" (2010-2011) "Salve Jorge" (2012-2013), além de ser repórter do reality The Voice e participar da primeira temporada do PopStar, em 2017.

"Não consegui trabalhar no meu primeiro disco, porque emendei ‘Malhação’ e ‘Araguaia’. Sabia que precisaria parar um pouco de atuar para me dedicar a isso. Meus colegas e diretores do reality The Voice já sabiam desse meu desejo de ir pelo caminho da música, e deram força e apoio."

Sem gravadora, Mariana Rios diz que vinha conversando com seu produtor musical, Dudu Borges, e pensou em um projeto para ser lançado em agosto –o atraso de três meses veio por conta de um dos videoclipes, que precisou ser gravado no Deserto do Atacama, na região norte do Chile, em outubro. 

Nos quatro anos em que esteve em São Paulo desenvolvendo o processo criativo para o EP, Rios teve a oportunidade de fazer shows para empresas fora do Brasil, como em Praga (República Checa), Saint-Tropez (França) e Punta Cana (República Dominicana). A partir de fevereiro de 2020, ela também fará shows pelo Brasil para divulgar seu novo trabalho.

A artista reforça que não procura seguir os passos de nenhuma cantora, mas construir sua vida de acordo com o que busca. "É um desejo realizado. Essa sou eu de verdade, o que eu acredito. Tenho a minha história, e não quero ter a carreira de outra pessoa. Cada um tem a sua luta. Eu canto desde os 7 anos, e aos 34 estou conseguindo realizar tudo o que eu sempre sonhei. Hoje, como artista e pessoa, desejo ser feliz, fazer shows, cantar o quanto eu puder, gravar minhas músicas sobre o que eu acredito e estar bem."

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem