Música

Ed Sheeran pagou a si mesmo R$ 240 mil por dia após empresa lucrar R$ 166,7 mi em 2018

Cantor anunciou no ano passado pausa de 18 meses na carreira

Ed Sheeran
Ed Sheeran - Henry Nicholls/ Reuters
São Paulo

O cantor britânico Ed Sheeran, 28, pagou a si mesmo a bagatela de R$ 87,4 milhões no ano passado, após uma de suas empresas gerar em torno de R$ 166,7 milhões com suas composições e discos, segundo o jornal The Sun. O valor que ficou com o cantor equivale a cerca de R$ 240 mil ao dia. 

Segundo a publicação, a empresa Ed Sheeran Limited não inclui os lucros do músico com seus shows. A turnê mundial Divide teria gerado lucro recorde de mais de R$ 3 bilhões. Uma fonte ouvida pelo jornal britânico destaca que foram 250 shows, recebendo cerca de 9 milhões de fãs em todo o mundo. 

No ano anterior, de 2017, a empresa A Ed Sheeran Limited havia faturado R$ 18,9 milhões mais, mas na época, o cantor pagou a si mesmo um pouco menos, um pouco mais de R$ 86 milhões. 

No mês passado, o músico anunciou que fará uma pausa na carreira, ao encerrar a turnê Divide. “Não estou me aposentando, a imprensa tem sido muito dramática. Vou parar apenas por 18 meses para fazer um novo álbum e passar um tempo com meus gatos”, afirmou ele, após repercussão de fãs nas redes sociais. 

Há alguns meses, Ed Sheeran também anunciou o casamento com a namorada Cherry Seaborn. Ele afirmou que parte da letra da música “Remember the Name”, feita em parceria com Eminem e 50 Cent, foi inspirada em sua esposa. “Na verdade, foi antes de eu e a Cherry nos casarmos”, disse.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem