Música

Grupo de K-pop VAV retorna ao Brasil para 2ª turnê; veja expectativas de cada integrante

Banda quer levar mais humor e performances para os palcos

Grupo de K-pop VAV
Grupo de K-pop VAV - Divulgação
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Após muita pressão dos fãs e pedidos pelas redes sociais, o grupo masculino de K-pop VAV volta ao Brasil em fevereiro para realizar sua segunda turnê no país, a "Meet & Live Señorita – Latin Tour 2019".

Desta vez,  St.Van, Ace, Baron, Jacob, Lou, Ayno e Ziu, representados pela Ateam Entertainment, passam pelas capitais Goiânia (16/02), Belém (17/02), Porto Alegre (22/02) e São Paulo (24/02). Além do show, eles farão uma sessão de autógrafos e encontro com os fãs, na intenção de que eles interajam mais com os artistas.

"Se a primeira turnê foi uma oportunidade de conhecer e mostrar aos fãs brasileiros a existência do VAV, nessa segunda vamos nos focar mais em mostrar a música e performances em cima do palco", disse Baron ao F5. 

"Além do aperfeiçoamento musical, creio que poderemos mostrar o humor que não mostramos na turnê passada, devido ao nervosismo", revelou.

A nova turnê leva o nome de uma das últimas músicas lançadas pelo grupo, "Señorita", uma aposta no ritmo latino bastante inovadora para a banda, que debutou em 2015 com "Under the Moonligh".

"Nós sempre tentamos diferentes tipos de músicas e sempre mostramos diferentes estilos ao público, mas acredito que lançar mais uma musica no estilo latino seria uma boa ideia", revela Ace. "Os fãs também gostaram e, como é um estilo bem animado, temos ainda mais vontade de fazer."

Os outros integrantes do grupo se mostraram ansiosos para os shows em terras brasileiras, lembrando a primeira visita que fizeram pelo país. Lou disse que ficou impressionado com os fãs cantando em outra língua na primeira apresentação.

"O fato dos vampz [nome do fã clube do grupo] brasileiros terem cantado junto nossas músicas em coreano, na nossa primeira turnê, foi muito marcante. Eles também dançaram junto na plateia. Eram muito empolgados e entusiasmados", lembra.

Já St, Van disse que os fãs brasileiros costumam ser mais "livres" e menos tímidos que os coreanos. "Muitos fãs coreanos são um pouco tímidos nas reações, enquanto os brasileiros curtem o show livremente. Eles dançam e cantam junto curtindo o concerto conosco."

Ziu disse que gostou muito da comida brasileira em sua primeira visita, e que dessa vez, gostaria de saber como os brasileiros comem em casa. "Quero experimentar as comidas brasileiras típicas caseiras", diz.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem