Música

Ed Sheeran, Tim McGraw e Faith Hill fazem acordo em processo por plágio

Ação diz que 'The Rest of Our Life' é plágio de canção de australianos

O cantor britânico Ed Sheeran durante o Brit Awards 2018, em Londres
O cantor britânico Ed Sheeran durante o Brit Awards 2018, em Londres - Vianney Le Caer/Invision/AP
Jonathan Stempel
Nova York

Ed Sheeran, Tim McGraw e Faith Hill fecharam um acordo em uma ação civil de direitos autorais segundo a qual a canção deles "The Rest of Our Life" é um plágio "descarado" de uma música de dois compositores australianos intitulada "When I Found You".

Um advogado dos compositores Sean Carey e Beau Golden disse que todas as partes concordaram em princípio em entrar em acordo e encerrar o caso em 30 dias se todas as "questões finais" forem resolvidas. O acordo foi revelado em uma carta registrada na noite desta quinta (8) no tribunal distrital de Manhattan.

O cantor e compositor inglês Sheeran coescreveu "The Rest of Our Life" para McGraw e Faith, casal de astros da música country dos Estados Unidos. A canção foi lançada em 2017, dois anos depois de "When I Found You", coescrita e interpretada pela estrela country australiana Jasmine Rae. 

A Sony Music Entertainment, que lançou "The Rest of Our Life" pelo selo Arista Nashville, e a editora de Sheeran, Sony/ATV Songs, estavam entre os vários acusados. A ação civil pedia mais de US$ 5 milhões (R$ 18,7 milhões) de indenização.

Os advogados dos acusados não responderam de imediato a pedidos de comentário nesta sexta-feira (9). O advogado dos demandantes tampouco respondeu de imediato a pedidos semelhantes. Sheeran já foi alvo de vários processos por plágio, inclusive por suas canções "Thinking Out Loud", "Shape of You" e "Photograph".

Reuters
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias