SPFW

De neon às franjas; dez tendências para 2019 mostradas na 46ª São Paulo Fashion Week

Moda será marcada por tecidos naturais e tropicalismo

Desfile da marca Água de Coco, no ultimo dia da 46ª SPFW
Desfile da marca Água de Coco, no ultimo dia da 46ª SPFW - Zanone Fraissat/Folhapress

Beatriz Vilanova Karina Matias
São Paulo

Franjas, cores neon, looks monocromáticos, tecidos naturais e estampas tropicais são algumas das principais tendências apontadas na  46ª edição do São Paulo Fashion Week, principal evento de moda do país, realizado dos dias 21 a 26 de outubro, na capital paulista. 

Desfilaram pelas passarelas montadas no espaço Arca, na Vila Leopoldina (zona oeste), grifes conceituadas como Lino Villaventura e Ronaldo Fraga, ao mesmo tempo em que marcas novas ganharam espaço, como a Handred.

Segundo Arlindo Grund, consultor de moda e apresentador de TV, o neon apareceu em vários desfiles. “Temos principalmente o laranja, o verde, o rosa e o azul em tons mais chamativos”, diz. 

Os looks monocromáticos também foram aposta das passarelas, junto às peças de alfaiataria. No campo das estampas, destacou-se o tropicalismo, mostrado essencialmente em desfiles como os de Amir Slama e PatBo.

Além das cores e tecidos, Arlindo chamou a atenção para a aposta em roupas “sem gênero”, que servem tanto para homens quanto para mulheres. “Hoje os estilistas estão fazendo roupas para qualquer pessoa. O que importa é se a pessoa consegue carregar bem o look.”

Ele também conta que a moda vem se inspirando nos anos 1980, no sentido das modelagens serem mais amplas e com tecidos mais soltos. A tendência é vista principalmente na moda sportswear, mais esportiva, que retoma peças de roupa de academia.

Dentre os acessórios, Arlindo indica os brincos grandes, como os de argola ou com longas franjas, e as bolsas estruturadas, em formas geométricas em quadrado e oval como outras grandes apostas da temporada. 

Tendências da SPFW para 2019

  1. Neon

    A influenciadora digital Lelê Saddi, assim como outros famosos, apontaram as cores neon como fortes para o próximo ano. "O neon é bom para o nosso verão e tem tudo a ver com o clima do brasileiro."

  2. Looks monocromáticos

    O visual composto por peças de uma única cor volta em versões mais brandas. "A aposta para essa temporada são os looks com cores mais claras, em off-white, bege e tons terrosos", indica Arlindo.

  3. Peças de alfaiataria

    Ternos femininos e masculinos, sobretudos e calças retas. A alfaiataria foi uma das tendências mais fortes da SPFW, apontadas em desfiles como o da Gloria Coelho. Blazers e bermudas são aposta para o próximo verão.

  4. Franjas

    No estilo boho e com cores terrosas, a franja foi vista em bolsas, calças, jaquetas, saias e até nos brincos. As versões nas cores mais fortes, como o vermelho, também apareceram. Foi uma das apostas das grifes Lilly Sarti e Ratier.

  5. Linho

    A pegada mais sustentável, com produtos de tecidos naturais e especialmente o linho, marcaram os desfiles da Osklen e Handred. “O linho é super apropriado para o nosso clima, bem confortável", diz Arlindo.

  6. Sportswear

    Também mesclado com o 'street wear', a moda é usar roupas de rua e academia, como os shorts esportivos (tanto os mais justos, quanto os mais soltos e curtos). Grifes como Piet e João Pimenta mostraram a tendência em seus desfiles.

  7. Tropicalismo

    Estampas de flores, frutas, pássaros e folhagens são apostas especiais para o verão de 2019. Foi mostrado essencialmente nos desfiles de Amir Slama e PatBo.

  8. Peças em plástico

    Nos acessórios, como bolsas, ou em peças de roupas, o plástico foi bastante usado na SPFW para compor as sobreposições, deixando a roupa de baixo à mostra. O exemplo principal foram as jaquetas de plástico neon.

  9. Peças “femininas”

    Em contraposição ao 'street wear', o estilo delicado também volta em forma de tecidos leves e com marcas consideradas historicamente femininas, como saias rodadas, flores e babados em cores como o rosa claro.

  10. Jeans

    Em diferentes lavagens e tons (do azul claro ao cinza), o jeans também volta à moda, junto à influência dos anos 1980. A aposta é nas modelagens mais amplas e menos justas.

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem