Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Estilo

Veja tendências da moda praia 2022: Crochê, cores vibrantes e recortes

Famosas aderem aos biquínis e maiôs que são aposta de sucesso no verão

Carol Dieckman veste a nova coleção de verão da Feline - Dez.2021/Collab
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo e Campinas

Uma moda mais alegre com cores vibrantes, recortes e um ar sexy. É o que será visto nas praias do Brasil, segundo apontam especialistas no tema.

Com a ampliação de campanha da vacinação contra a Covid-19 no país e a queda nos números da pandemia, os biquínis e maiôs criados para a estação refletem a sensação de retomada da vida após um período difícil.

As peças para a praia seguem também a tendência geral da moda para o verão 2022. Por isso, os itens feitos de forma artesanal, como o tricô e o crochê, ganham destaque. Muitas famosas, inclusive, já aderiram às novidades (confira na galeria).

Veja a seguir o que está em alta, segundo três consultoras de moda ouvidas pelo F5: Ana Vaz, Marcia Jorge e Marina Giustino.

CROCHÊ

Um dos principais hits da estação são as peças feitas à mão ou com aparência de artesanais. Os crochês são destaques em maiôs e biquínis, uma moda que já foi vista nos anos 1970 e fim dos anos 1990, e que voltou com tudo.

"Essas peças ganharam mais importância durante a pandemia, porque muita gente se dedicou aos trabalhos artesanais. E isso passou a ser mais valorizado pela moda", diz a consultora de imagem Ana Vaz. Segundo ela, esse tipo de produção passa uma ideia de aconchego e conforto.

Marcia Jorge destaca que outros itens feitos à mão também são tendência, em especial, as miçangas que podem aparecer nos biquínis e maiôs. "Mas estão mais forte nos acessórios como brincos, pulseiras e bolsas", afirma.

NÉON

Cores vibrantes e tons néon são outra aposta da moda que se estende para o vestuário de praia. De acordo com Ana Vaz, essa tendência vem sendo chamada de "dopamine dressing", uma referência à dopamina, um neurotransmissor produzido pelo organismo que provoca sensação de prazer e motivação quando liberado.

"É a ideia de você se vestir para se sentir bem. E recorrer a cores vivas e intensas é algo que a gente comumente faz pensando nisso. Por isso que a gente vê o néon e outras cores vivas e bem intensas na moda e também nas peças de praia", explica ela.

RECORTES

Maiôs e biquínis com diferentes tipos de recortes e decotes são outra tendência do verão 2022. "Remete a uma estética mais sexy do início dos anos 2000", diz Marina Giustino, coordenadora de pesquisa de tendência do Criável (organização que oferece cursos para uma moda mais sustentável).

"Acho que isso vem muito desse desejo reprimido pela pandemia. Agora, as pessoas querem sair, mostrar o corpo e aproveitar a vida."

"O que é o mais legal é que eu estou vendo isso aparecer em corpos plurais", diz ela. Para Ana Vaz, os recortes deixam peças básicas ou em cores discretas com um ar mais ousado e arrojado.

TONS PASTEL

Se de um lado, a moda praia está mais sexy e abusada, o romantismo também está em alta. "Há peças para todos os gostos", afirma Marcia Jorge. Estampas florais e biquínis e maiôs em tons pastel são exemplos disso, e fazem um contraponto ao néon.

"As cores suaves são um estilo mais conectado à delicadeza e ao romantismo e a essa ideia de retomar a vida após a pandemia com leveza", diz a consultora Ana Vaz.

LISTRAS, ANIMAL PRINT E POÁ

Entre as estampas, o grande destaque são as listras. "É um listrado multicolorido e vibrante", afirma Marcia Jorge.

O animal print trabalhado de diferentes maneiras, assim como o poá também, é tendência, segundo salienta Ana Vaz. Versões das estampas podem ser vistas na nova coleção da C&A, que tem como uma das estrelas Grazi Massafera, e também na colaboração da atriz Carolina Dieckmann com a marca Feline Beachwear.

AMARRAÇÕES

Tendência já vista em temporadas passadas, as amarrações seguem em alta no verão de 2022. "É uma maneira que a própria pessoa tem de criar e transformar a modelagem do biquíni", afirma Ana Vaz.

"A gente vê as alças das partes de cima dos biquínis maiores para que seja possível fazer amarrações diferentes. É um reflexo da autonomia que as pessoas foram ganhando durante a pandemia", opina a consultora.

Outro destaque é que as modelagens mais simples ganharam adornos como babados e enfeites nas alças de maiôs e biquínis.

CINTURA ALTA E SUTIÃ MEIA-TAÇA

As calcinhas hot pant seguem com o seu lugar garantido. "Elas continuam em alta e têm a ver com essa ideia de conforto, além de darem um ar retrô", explica Ana Vaz.

O modelo asa-delta, clássico dos anos 1980, também se faz presente nas lojas e confecções de biquínis. Além deles, modelagens diferenciadas como tops de um ombro só e o sutiã meia-taça vem ganhando importância, segundo afirma a consultora.

Há ainda uma tendência de se levar a moda praia para o dia a dia, especialmente os tops e maiôs —estes últimos usados como body. "Vemos também biquínis de lurex, uma proposta mais sensual, que tem a ver com essa vontade de curtir a praia e emendar com a balada", diz Marina Giustino.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem