Estilo

Atriz de 'Orange is the New Black' fica furiosa por usar vestido barato: 'Me senti usada'

Taryn Manning
Taryn Manning no Screen Actors Guild Awards em 2018 - Jordan Strauss/Invision/AP

São Paulo

Taryn Manning, a Pennsatucky de "Orange is the New Black", se tornou notícia em diversas publicações americanas após usar um vestido de US$ 200 (cerca de R$ 640) no tapete vermelho do SAG (Screen Actors Guild), o prêmio do Sindicato dos Atores.

Enquanto muitos fãs gostaram da atitude da atriz e ficaram felizes por poderem comprar a peça, a própria Manning, de 39 anos, ficou furiosa ao descobrir o valor do vestido. 

Manning estava caminhando pelo aeroporto de Los Angeles, nos Estados Unidos, quando foi abordada por um repórter afirmando que achou "muito legal" sua atitude de usar um vestido acessível.

Irritada, a atriz diz para o homem ficar calado. "Não, não foi legal. É um saco que minha estilista não me disse o valor. Agora qualquer um pode comprá-lo. Isso não é legal para mim, porque eu queria usar um vestido de super estrela", afirmou ela em vídeo publicado no site do "TMZ".

Manning ainda disse que a designer do vestido deveria pagá-la uma parte de seus lucros para retribuir a publicidade gratuita. A presidente da marca que fabricou o vestido, Jaynee Berkman, não gostou das reclamações da atriz e respondeu em comunicado.

"Acreditamos que todas as mulheres, independente de sua forma, tamanho, etnicidade e salário, devem ter acesso a belos vestidos. Nossos preços, missão e atividades refletem essa crença. Ainda estamos orgulhosos por ter Manning entre as mulheres que usaram nossas peças. Descobrimos que se tornou legal usar roupas acessíveis no tapete vermelho graças a Michelle Obama e Kate Middleton."

Após receber críticas de internautas, a atriz publicou em seu Instagram uma foto usando o vestido e se desculpando pelos comentários.

Contudo, Manning afirmou na mesma postagem que a escolha das peças deve ser feita com uma parceria entre ela, a estilista e a designer das peças. "Eu fui pega de surpresa quando me perguntaram sobre o valor do vestido e eu não sabia. Me senti usada."

Ela ainda afirmou que "adoraria aceitar utilizar" um vestido acessível na premiação, mas que não teve essa escolha. "Toda artista sonha em utilizar alta costura no tapete vermelho."

Após o pedido de desculpas, a atriz continua recebendo críticas de internautas e fãs, que afirmam estar decepcionados por Manning ter culpado a estilista pelo valor, ao invés de utilizar o vestido com orgulho.

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem